health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Estadios brasileiros para a Copa


Tenho observado, tanto em jornais especializados em esportes, como aqueles que seguem linhas gerais de notícias, uma movimentação que tem ficado cada vez mais intensa na questão estrutural dos estádios brasileiros visando a Copa de 2014. Alguns certamente não vão – e nem podem – ficar de fora dos escolhidos a receber partida(s) do Mundial. Listo três: Mineirão, Morumbi e Maracanã.

No caso do Mineirão e do Maracanã, que são estádios públicos, algumas reformas já foram feitas no decorrer dos últimos anos, deixando-os em condições melhores que em outrora. Já no Morumbi, que é particular, o número de reforma é menor, porém, não deve deixar muito a desejar com relação aos outros dois.

Pelo que vejo e leio a distancia, existem aqueles estádios que parecem já ter boas condições, como é o caso da Arena da Baixada, mas que mesmo assim, existem reparos arquitetônicos a serem feitos na arquibancada.

Ou seja, de detalhe em detalhe, observa-se que há muito trabalho por fazer. O Pan-Americano realizado ano retrasado no Rio de Janeiro, e outros eventos também, já deixaram lições de que, quanto antes se iniciarem as obras, melhor. Mas nesse caso, não apenas em uma cidade serão feitas reformas, mas em todas (ou quase todas) as cidades-sede. Aí está minha preocupação. Seria incrivelmente absurdo, se houvessem quatro ou cinco estádios fechados para obra no mesmo período. Já é algo certo, que os responsáveis por toda essa movimentação estrutural terão que se reunir e traçarem datas, para que os campeonatos que acontecem anualmente em nosso país, possam continuar transcorrendo sem nenhum problema.

E existem outras questões que chamam atenção. Tenho quase certeza, que das cidades que possivelmente serão sedes, nem todas possuem as condições urbano-estrutural exigidas pela FIFA. E isso representa mais obras.

Sabemos que o Brasil é um país complicado. Muita coisa (ou quase tudo) gira em torno da politicalha. Quase sempre (ou em todo o momento) interesses pessoais e políticos são postos em primeiro plano, para que os envolvidos não saiam no prejuízo (entenda-se com as mãos vazias).

O nosso povo ainda não teve o prazer de ver que mudanças dessa grandeza, como a que será necessária para a realização do Mundial 2014, podem acontecer na mais perfeita harmonia, respeitando orçamentos e datas.

Para o Pan do Rio, quando faltava menos de um mês, lia-se, via-se e ouvia-se sobre alguns problemas nos jornais. A maioria falava sobre atrasos de obras. Para essa Copa, faltando pouco mais de cinco anos, é possível ler, ver e ouvir, sobre planos e projetos. Tudo bem, cinco anos. Mas vou pegar o nome de uma música da Legião Urbana e transformar numa pergunta: Ainda é Cedo? Por enquanto é isso, mas daqui a algum tempo, mais perto do Mundial, poderemos, de forma coletiva e tom de esbravejo, clamar o nome de outra música dessa mesma banda: Que País é Este? Espero que não...

E aproveitando o teor desse texto, o “Futebol, Música e Etc” lança mais uma enquête. Você, blogueiro assim como eu, leitor deste blog, e acima de tudo, brasileiro, acredita que nosso país chegará até a Copa tendo condições estruturais para a realização do evento?

Vote e opine!

ERRATA: Neste texto continha a informação que o Pan-Americano do Rio de Janeiro havia sido realizado no ano passado. O erro já foi reparado. O Pan do Rio aconteceu em 2007.

6 comentários:

Gremista Fanático disse...

Muito boas suas consideraçoes Wilson.
Cara eu acho o seguinte: o governo ainda não esta mobilizado por essa copa pelo simples fato de não se saber quem é que estara no comando do governo em 2014, entao assim que a eleiçao acontecer pode ter certeza que a politicalha vai comer solta por ai e pode ter certeza que ninguem saira de maos vazias,hahahaha. abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Fernando Gonzaga disse...

a verdade é que muito está se falando e pouco está se fazendo...todo mundo tá querendo levar uma sede pro seu estado, mas nada é feito para qualificar os estádios, muito menos os serviços de hotelaria e transporte...e nos final das contas, o dinheiro público que vai pagar a conta...

abraço!!

gremiodecoracao disse...

irá melhorar muita coisa com a vinda da Copa do Mundo. x)


Se não for pedir muito, teria como você votar em meu blog? http://linksdogremio.blogspot.com/ Blog Grêmio de Coração. Agradeceria.


beijos

Vinicius Grissi disse...

Acho que o Brasil tem totais condições de sediar a Copa. Mas, claro, que tem que mudar TUDO no aspecto dela daqui até lá.

Danilo Damasceno disse...

Mas é claro que não estão fazendo nada, estão esperando a verba do governo, isso é o meu medo.Abração

Breiller disse...

"Tenho quase certeza, que das cidades que possivelmente serão sedes, nem todas possuem as condições urbano-estrutural exigidas pela FIFA."

O problema, Wilson, é que NENHUMA das cidades que pleiteiam uma vaga como sede da Copa tem, hoje, as condições estruturais que a Fifa exige. Algumas tem, no máximo, o básico, aquilo que, com investimentos pesados, pode ser reformulado a tempo para o evento. São o caso de cidades como Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba. No caso das outras, o caminho a ser percorrido é ainda maior.

No caso, a Fifa deveria estabelecer um prazo mais curto para a escolha das cidades-sede, para dar tempo das "escolhidas planejarem melhor suas reformas estruturais. Fazer tudo às pressas geralmente não é o mais indicado, principalmente quando se trata de uma Copa do Mundo.

Abs!