health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Pena descabida


Um jogador foi escalado irregularmente por um time que saiu derrotado de campo. Após não ter conquistado nenhum ponto, o clube ainda perdeu mais seis no Tribunal de Justiça. Essa história não entra na minha cabeça como algo normal. Uma dúvida minha foi esclarecida: está na regra que colocar um jogador não apto para atuar, é perda de pontos de acordo com a decisão do julgamento e àqueles que comparecem tendo o poder de voto. Então concluo, que a regra é absurda. Não seria mais lógico o Vasco pagar uma multa?

Evidentemente, da boca daqueles que acompanham o futebol carioca, saem as mais imagináveis teorias de complôs. Uns imaginam que haja uma vontade da Federação de fazer a final da competição com as equipes que mais possuem títulos cariocas, Flamengo e Fluminense, para daí, promover a disputa triunfal que serviria para desempatar tal “gloria futebolística”, como se o futebol do Rio, com todo seu perrengue e atraso em vários quesitos, pudesse se dar ao luxo de ter essa preocupação. Outros imaginam que Eurico Miranda, ex-presidente vascaíno e atual oposicionista no clube, pudesse estar exercendo sua influencia na Ferj para prejudicar seu adversário político. Do jeito que anda esse campeonato, nada é impossível.

Aproveitando todos esses episódios de absurdos glorioso, eu como torcedor e mero espectador, digo que o comando desse futebol carioca, que já não é lá essas coisas, está dando vários passos pra atrás com a incapacidade de promover justiça na base do bom senso, quando um ato falho, que apesar de ser ingênuo não é nenhuma tragédia, ocorre no campeonato. Se isso acontecesse na época do Eurico, o Vasco perderia seis pontos e seria eliminado das semi-finais no tapetão?

Fica difícil querer pessoas do bem (pelo menos tenho essa impressão de longe do Dinamite, mas é bem verdade que não coloco a mão no fogo por ninguém) no meio futebolístico. Quando surge alguem que imaginamos ser honesto, vemos uma enxurrada de acontecimento prejudicais à esse alguem com ares de conspiração com o intuito de derrubá-lo. Ou seja, para o meio sujo e podre do futebol, deveremos ter apenas dirigentes tão fétidos quanto o sistema arcaico que prevalece? Deveremos bater palmas para o retrocesso e ignorar apenas o cheiro da possibilidade de um mínimo avanço? Não faço essas indagações para o torcedor, que com certeza quer ver um futebol de qualidade com seu time vencendo. Apenas isso. Mas gostaria de poder fazer essas perguntas aos engravatados do poder no futebol.

Num ano complicado ao clube da Colina, que vem tentando se reerguer após a tsunami em forma de gente nomeada Eurico Miranda passar por lá e destruir as finanças do clube, afastar contatos publicitários e manchar o nome da instituição perante a imprensa – já que brigava com tudo e com todos e ordenava decisões da forma mais tirana possível, trabalhando fielmente como um ditador – estamos vendo uma verdadeira selvageria contra um clube, que já foi o responsável por tantas glórias ao futebol brasileiro.

Dane-se se eu sou flamenguista, mas tenho consciência e discernimento o bastante para enxergar com meus próprios olhos mais uma atitude incabível que acontece no futebol carioca. E só mais uma pergunta: se já fizeram isso na Taça Guanabara, o que vão aprontar na Taça Rio???

9 comentários:

Gremista Fanático disse...

Pois é Wilson não aconteceu o que falamos que aconteceria, e o Vasco acabou mesmo sendo condenado com a perda dos pontos e com a eliminação do campeonato. abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Leandrus disse...

O episódio só mostra que o Vasco não tem força política alguma atualmente, Dinamite não conseguiu isso. E acredito que na FERJ há sim muita gente ligada ao Eurico Miranda, se fizeram de maldade eu não sei, mas não duvido...

...se bem que li no Lance! (tá, eu sei que muita gente não confia nesse jornal, mas...) que chegaram a aconselhar o Vasco a não escalar o Jéferson um dia antes do jogo...

Maldita Futebol Clube disse...

cara, o rubens lopes deu uma entrevista ao Eugênio da Tupi na sexta, e eles colocaram o audio no GHiro, dizendo que a cassação da liminar reestabelecia o estado de direito anterior, a CBF não tirou o cara do BID, a ferj tirou por ordem direta do Eurico. Todos sabme que o time qd está bem no campo a diretoria se fortalece e o Eurico quer o que? enfraquecer o dinamite, o luiz américo(sic) "Por amor aop dinheiro do Vasco" caiu na esparrela dele e agora tem mais é que ira as últimas consequências. principalemnte em razão da atitude safada do Fluminense FC, que morde(alicia jogadores, quer o vasco-barra, coloca advogados contra o Vasco) e assopra, só quando é conveniente(pra usar são januário-já que eles não têm estádio e nem ética), e pela atitude da imprensa. WH te garanto que se fosse o fla nessa poisição, a opinião pública já estaria convencida das atrocidades e o veredito seria outro. Em campo, o vasco vai bem obrigado, fora dele dinamite precisa ser mais incisivo e agir.valeu pelo selo e pela eleição , tamo na briga de novo hein?rs Abraços!

Breiller disse...

Pois é, Wilson. Sou vascaíno, fiquei muito puto com a perda de pontos, mas, uma coisa não dá pra negar: houve um erro. E o erro, infelizmente, foi do Vasco.

Ok, burocraciazinha, frescura, mas está na regra, que pode ser contraproducente e desmensurada, mas é a que vale, que regulamenta a competição. O departamento jurídico do Vasco se descuidou e pagou o preço.

O clube ainda tenta se reestruturar, portanto é normal ocorrerem falhas e desacertos neste primeiro momento. A instituição está enfraquecida. Se Eurico afundava o Vasco na lama, o Dinamite, por sua vez, parece não saber como reergue-lo.

Ainda há muito joguinho político no Vasco, rixas e rivalidades tão antigas quanto mesquinhas. Enquanto quem comanda presta atenção nesse lado, o clube deixa escapar, de forma imperdoável, a classificação para as semifinais da Taça GB. O caminho é longo para o Vasco entrar nos trilhos, Wilson.

Marcel Jabbour disse...

É uma situação complicada mesmo. De fato, o Vasco errou e deveria ser punido. Eu questiono a perda de pontos, já que a irregularidade não influenciou os jogos em que o Vasco conquistou esses 6 pontos.

TALVEZ a multa fosse a punição mais justa. A reincidência, TALVEZ, merecesse a perda de pontos. É um assunto que deveria ser melhor discutido.

Abraços!

diletra.blogspot.com

Mengão Guerreiro disse...

O Wilson, sinceramente, esse campeonato já está sem graça pra mim. São muitos acontecimentos duvidosos. O fluminense numa obsessão inexplicável de prejudicar o vasco, e uma punição que ninguém consegue entender, e ainda querem eliminar o vasco do campeonato.

Sou Flamenguista e torço sempre contra o vasco, mas meu maior prazer é vencê´los em campo e ver os vascaínos tristes e calados. Mas em campo, eliminar um time assim é coisa mesmo de tricolor.

Abços

Munigalo disse...

E ai cara,
Estive sumido do blog, mas estou de volta e indiquei vocês para receberem um selo.
Entrem lá e confiram....
Abraço

rafaelwendel disse...

Tudo bem que a lei pe absurda, mas já que ela já está escrita e previamente assinada e concordada por tods os clubes do Rio, então deve ser cumprida e sua pena deve ser aplicada caso seja desrespeitada. E foi isso que o Vasco fez. A desrespeitou. E que bom que a punição foi mantida, mesmo sabendo que o maior beneficiado foi o humilde Resende. Em outros tempos (aqueles tempos de Eurico, Caixa D'Agua etc) com certeza haveria a virada de mesa. Ponto para o futebol carioca.

Luís Barreiros disse...

muito bom o blog! http://vascaominhapaixao.blogspot.com/

adicionem por favor