health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Fica a saudade...


O fim da Copa do Mundo representa uma alegria (que esse ano foi inédita) para os campeões, mas em contrapartida uma tristeza gigantesca para o resto do mundo. A parte vice campeã por questões óbvias. Mas não para por aí. Mais da metade do planeta se envolve direta ou indiretamente com o maior campeonato esportivo que se tem conhecimento. E isso é facilmente percebido mundo afora.

A tese se confirma tão absurdamente que vemos por aí pessoas que não costumam acompanhar o futebol, vidrados nos jogos do Mundial, comentando, vendo noticiário, se interando por completo. No caso do Brasil, até um hipotético e momentâneo amor a pátria é declarado.

E jogadores europeus que são “íntimos” de uma absoluta minoria entre acompanhantes do esporte bretão no país, passam a cair no comentário geral. Especialmente nesse domingo (dia da final), praticamente todas as pessoas que acompanhavam o jogo amarrado, burocrático e chato, sabiam que os principais da Holanda eram Sneijder e Robben e que do outro lado, havia aquela que era apontada por muitos como a melhor seleção do momento, com um refinado toque de bola.

E podemos ir mais além. Havia brasileiros torcendo por um ou por outro (fato comprovado por esse que vos escreve) sem sequer ter alguma ligação. E até rivalidades nasceram nessa “época de Copa”. Teve gente assistindo a decisão junto como se estivesse vendo um Flamengo x Vasco...

Mas agora, só nos resta sentir saudade e esperar mais – angustiantes – quatro anos. E essa saudade ganha um toque especial. No nosso país, uns aprovaram e outros reprovaram, mas é quase impossível que o sentimento de todos não seja mais especial ao ver uma Copa sendo realizada no nosso próprio território.

E ficam as mais novas imagens que acabaram de entrar nos anais dos Mundiais...





PS: Você deve ter percebido a ausência de análise sobre o jogo e sobre as seleções. Mas no meio do texto foi dito o que este achou da partida. E a Espanha e a Holanda também já foram devidamente tratadas neste espaço virtual.

4 comentários:

Leonardo Silva disse...

Fala, Wilson! Show de bola esse texto. Concordo que a Copa do Mundo consegue hipnotisar o mundo inteiro, fazendo com que pessoas que não se interessam por futebol, passem a se interar sobre o que está acontecendo.

Concordo também quando vc fala sobre o falso patriotismo. Cadê as bandeiras do Brasil depois da eliminação? Sumiram!!!
...

Leonardo Silva disse...

Quanto à parte técnica, acho que a Copa de 2010 deixou a desejar. Muitos times medianos e os grandes nomes não mostraram tudo aquilo que se esperava deles, à exceção do argentino Messi, que ainda esteve bem, mas sem ser brilhante.

Abraços!

Leonardo Silva

Blog do Programa Bicuda na Bola

www.bicudanabola.blogspot.com

Rafael Sobieski disse...

O bom do futebol é isso, pra chegar na final você precisa ter qualidade técnica e na final tem que ter emocional.

Essa Copa deixou a desejar no lado técnico mas o emocional foi magnifíco. Partidas como Uruguai x Gana, Espanha x Paraguai e a decisão de ontem, são jogos que nunca serão esquecidos.

Lucho disse...

É, realmente a Copa do Mundo é um evento esportivo fantástico.

Mesmo com as duas últimas edições da Copa terem sido tecnicamente bem fracas (equipes mais preocupadas em não sofrer gol do que em fazê-los), ela consegue atrair a atenção de todo mundo. Até mesmo daqueles que não gostam de futebol.