health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Vasco vence e o Fla...


A equipe de Renato Gaúcho entrou decidida e vencer a partida diante do Coxa fora de casa e confirmar a presença na serie A, mas os resultados dos concorrentes não foram felizes para as pretensões vascaínas. Já o Flamengo, parecia que faria mais um jogo tranqüilo, com uma vitória convincente quando de repente, o inesperado aconteceu.

A partida entre Coritiba x Vasco foi a que mais me atraiu. O clima de decisão era evidente, pois poderia ser naquela partida a definição do futuro da equipe cruzmaltina. Ao começar a partida, o time carioca mostrou que não ia amolecer e entrou se impondo. Nunca é demais lembrar, que na rodada anterior, no jogo contra o líder e (quase) campeão São Paulo, o Vasco já havia jogado bem e merecia algo melhor que uma derrota. Mas dessa vez a sorte sorriu para os vascaínos.

No primeiro tempo, o Vasco foi atrás do resultado e abriu o placar com Leandro Amaral aos 14 minutos e se manteve em determinados momentos superior e em outros equilibrou bem a partida evitando o crescimento do Coxa.

Na segunda etapa, mais uma vez Leandro Amaral fez o gol. Dessa vez cobrando pênalti, logo aos 5 minutos. Daí em diante, a equipe administrou bem o resultado e consolidou seu objetivo na partida. Mas a combinação não rodada não aconteceu como o esperado.

O Figueirense conseguiu uma (por mim) inesperada vitória contra o Botafogo – que tem um final de ano lamentável – e o Náutico venceu bem o Atlético-PR – que deve ir com tudo pra cima do Fla na próxima rodada – e com esses resultados, o Vasco permanece em situação delicada e dentro da zona da degola.

Mas uma vitória em São Januário contra o Vitória na próxima rodada pode acontecer, só não tenho tanta certeza quando a combinação necessária. O Náutico vai a Vila enfrentar o Santos e pode ter sua vida facilitada já que o Peixe não almeja mais nada na competição. Já o Atlético-PR tem partida com clima de decisão contra o Flamengo na Arena da Baixada na próxima rodada e qualquer resultado pode acontecer nesse jogo.

E por falar em Flamengo...


Mais uma vez decepcionante. Os 34 mil rubro-negros presente ao Maracanã não foram o bastante pra empurrar o acanhado aspirante a Libertadores. Nem quando a galera clamou por raça o time reagiu.

A história do jogo foi digna de contos cinematográficos. Com um inicio tranqüilo e bem jogado, uma goleada se desenhava contra um adversário morto e que não parecia apresentar nenhum risco contra as ambições do time de Caio Jr.

Obina com dois gols e Juan com um, abriram o placar de forma arrasadora e a certeza não só de vitória, mas de goleada, se confirmava cada vez mais. Eis que surge o incrível Jaílton...

Sua primeira atitude errônea foi cometer um pênalti, que pra muitos foi desnecessário, mas que certamente se ele não cometesse e Thiago Feltri fizesse o gol, hoje os comentários seriam: “Porque o Jaílton não cometeu o pênalti?”. Paulo Baier bateu e deu inicio ao improvável.

Aos 42 do primeiro tempo, mais uma vez Jaílton apareceu num gol esmeraldino. Dessa vez, se posicionou errado e permitiu que Ernando subisse para cabecear livre e marcar o segundo do time goiano. Neste lance tambem não isento o goleiro Bruno de falha. O arqueiro parecia estar dentro do gol na hora da cabeçada.

Na segunda etapa, com o Flamengo estagnado diante dos seus erros, o Goiás empatou o jogo com Thiago Feltri e novamente a torcida viveu o clima incrédulo que algumas vezes o time obriga seus seguidores a enfrentar.

Gritos de rejeição à Caio Jr., descontentamento com o time e pedidos de raça não faltaram nos momentos finais da partida. A classificação para a Libertadores, que já não era tão fácil, fica mais complicada. Além de precisar desesperadamente de uma vitória contra o atordoado Atlético-PR, fato que por si só já dificulta a missão, o Fla ainda terá a necessidade de torcer pelo descompromissado Botafogo contra o Palmeiras no Palestra Itália e pela já rebixada Portuguesa contra o Cruzeiro no Mineirão.

Na minha ótica, será inteligente por parte da diretoria rubro-negra começar a pensar o ano 2009. Sendo na Copa do Brasil, na Sul-Americana ou na Libertadores, é importante que a intenção seja permanecer nessa crescente que o time vem tendo. A contratação de bons jogadores se faz necessária mesmo que o objetivo da última rodada não seja alcançado. A torcida, apesar de ficar chateada com a possível não classificação ao continental tão almejado, precisa reconhecer que essa campanha no Brasileirão, foi uma das melhores que a equipe já fez na última década. Talvez só não seja melhor do que a emblemática do ano passado.

O Mengo tem erros a reparar, mas também tem acertos a serem percebidos e o Vasco da Gama tem tudo para encontrar um futuro melhor, numa administração mais limpa, que pode contar como primeiro triunfo a escapada de um rebaixamento que caso aconteça será injusto, devida a virada política que aconteceu em São Januário.


[fotos: Globoesporte.com]



Deixe esse post melhor. Faça um comentário.

3 comentários:

Gremista Fanático disse...

Eu não vi o jogo mas voce é o segundo que ouço falando que o Jailton foi muito mal na partida, mas acho que o goias teve seus meritos tambem. Valeu pela torcida pelo Grêmio, e espero que possamos ganhar esse titulo. Abraço.

Carlão Azul disse...

Pois é o Vasco venceu uma partida que eu achava que era bem difícil, agora o Flamengo empatou um jogo com um timizinho enjuado de jogar, afinal perdemos pra eles 2 vezes.


Abraços e...

Saudações Celestes

SITE/BLOG
Sou Cruzeirense - Site
Sou Cruzeirense – Blog
CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

gremiodecoracao disse...

Goiás com certeza surpreendeu a todos. ninguem poderia imaginar... x)

e sim sim. aqui em Porto Alegre está azuis x vermelhos. Os colorados não se entrega a admitir que torcem para o Grêmio ganhar o Campeonato Brasileiro, e os Gremistas não se entragam para admitir que o Inter poderá ganhar a Sul-Americana x)sapokaokskopskosakoskoasoks


beijos