health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Santos se aproxima da vaga e Timão se afasta.

(Santistas festejam a vitória no clássico)


As torcidas paulistas estão vivendo diferentes situações nesse campeonato estadual. Os santistas chegaram a lamentar a proximidade e a presença na zona de rebaixamento, vendo Leão reclamar do elenco e vendo o time perder jogos considerados teoricamente fáceis. Pelos lados corintianos, a crença na classificação para as semifinais já foi mais forte, mas após a derrota no clássico de ontem, a possibilidade de sair do G-4 hoje dependendo dos resultados dos jogos que ainda restam na rodada, é considerável.

Todos esses fatores fizeram do clássico algo muito tenso para os torcedores, antes mesmo do apito inicial. A necessidade da vitória trazia um fervor nos jogadores e como os santistas estavam mais abaixo na tabela, partiram com tudo pra cima logo no começo do jogo. Mas o que tivemos foi uma partida movimentada, rápida e com chances para as duas representações.

Aos 15 minutos, Perdigão dominava a bola e procurava alternativa para sair jogando e numa bobeira, tropeçou na pelota e acabou perdendo para Molina que após grande jogada, tocou para Sebastián Pinto abrir o marcador. Os estrangeiros, que foram tão criticados por Leão logo assim que chegaram a Vila Belmiro no inicio da temporada, foram os responsáveis pela abertura do placar no clássico de ontem. Em seguida, o Timão respondeu marcando um gol que foi anulado (a meu ver erradamente) pela arbitragem. Na cabeçada de Diogo Rincón, Sálvio Espínola marcou falta de Fabinho anulando a jogada.

O primeiro tempo foi um festival de gols perdidos para os dois lados. Enquanto a Gaviões lamentava o panorama do clássico, a torcida do alvinegro praiano fazia homenagens “honrosas” para Perdigão.

Nas entrevistas na saída do gramado, os jogadores comandados por Mano Menezes deixavam claro ter a consciência de que não jogavam pior do que o rival, mas que o fato era que eles haviam marcado um gol e o Corinthians não. Focado nesse objetivo, o Timão voltou para a etapa final com o pé no acelerador e em menos de dois minutos, foram criadas algumas oportunidades, três escanteios sendo que no terceiro, Willian desviou e Chicão só teve o trabalho de completar estufando as redes santistas. Era o empate, que dessa vez não teve falta marcada (e inventada) por Espínola.

Mas quase de forma imediata, mais uma vez o Timão deu bobeira, mostrando que menos não estando pior no clássico, esteve desatento em alguns momentos que acabaram sendo fulminantes. Betão roubou a bola quando Fabinho tentava sair jogando e tocou para Molina, que mais uma vez fez a jogada do gol, que foi concluída por Kleber Pereira. Foi o seu 11° gol que o faz ser agora um dos artilheiros do paulistão.




(Kleber Pereira comemora seu 11° gol no campeonato)

Chances continuaram sendo criadas principalmente pelos lados Corintianos, que insistia no empate. Sem dúvida foi um ótimo jogo, bastante movimentado. O Santos bravamente resistia à pressão adversária, mas tudo poderia ter ido por água abaixo quando Betão foi expulso. Daí só restou a Mano reforçar o sistema ofensivo mandando a campo Acosta e Lulinha e em contrapartida Leão se reforçou na defesa promovendo a estréia de Fabão.

O Corinthians ainda nutre possibilidades de classificação e o Santos está bem próximo da vaga. Os dois irão pegar Marília e Rio Claro, respectivamente, na próxima rodada.

Pra mim ficou provado o como Molina vem evoluindo e dá mostras que ainda poderá ser muito útil no decorrer da temporada. Ótimo armador que esteve bastante atento às bobeadas do adversário. E Leão precisa ver o jogador antes de criticá-lo. O “estrangeiro” consegue comprovar que pode sim ser feliz no futebol brasileiro.

Já o Timão peca por apesar de estar jogando bem, não ter na concentração uma de suas virtudes e para se dar bem no competitivo campeonato paulista, essa é uma arma essencial.




Deixe esse post melhor. Faça um comentário.

7 comentários:

Diego Louzada disse...

Grande vitória do Peixe e agora eles vão com tudo para essa vaga. Acho difícil tirar.
Perdigão é uma piada. Ainda bem que o Vasco se livrou dele. O pior é ver que ainda tiveram uns torcedores que sentiram saudades dessa bomba.
Abraço Wilson!

Danilo Damasceno disse...

Grande WH, que sacanagem aquela falta não marcada hen, ichi acho que chororô só tem no rio, hehehe. Eu ainda não acredito no Santos, mas com esta vitoria existe a possibilidade da minha pessoa queimar feio a lingua!Abração

Carlão Azul disse...

O Santos conseguiu uma grande vitória e no clássico, algo que pode dar um novo ânimo ao elenco...


NOTÍCIA BOMBÁSTICA NO BLOG, ENTREM E DEÊM UMA ESPIADINHA..... VERDADES FINALMENTE SENDO PROCLAMADAS.

Saudações Celestes
Notícia sobre texto bombástico no Site
Texto bombástico no Blog
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Klaus disse...

Molina já é uma realidade e merece o destaque!! Kléber Pereira, mais uma vez, foi decisivo e o ponto negativo vai para a arbitragem. Sálvio esteve muito confuso e errou em lances capitais. 5ª vitória consecutiva e as chances foram renovadas. Amanhã tem mais!! Abraço.

leo1984 disse...

Fala, Wilson
Coloquei um post novo no meu blog
Passa lá
Valeu

leo1984 disse...

Fala, Wilson
Coloquei um post novo no meu blog
Passa lá
Valeu

Munigalo disse...

O Santos conseguiu uma grande vitória, principalmente sendo um clássico...O São Paulo vai se classificar, não vai dar pro timão não....e
Galo para sempre!!!