health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Finais dos estaduais



Primeira final paulista: Ronaldo!

Enquanto o Santos tinha maioria absoluta nas arquibancadas da Vila e a ilustre presença de Pelé, o Corinthians tinha um zagueiro artilheiro e um craque no ataque. Foi o que bastou para desenhar a vitória na primeira partida da final paulista.

E mesmo que o bem armado time de Vagner Mancini tentasse se impor, tentasse levar perigo ao gol do Timão, lá estava Felipe, preparado pra interceptar, assim como foi em quase todos os lances de ataque do Peixe. Em apenas um, ele falhou. Com a ajuda dos pés do goleiro corintiano, o ala Triguinho fez o gol de honra santista.

Mas Chicão, em cobrança de falta, tinha aberto o placar na Vila, e assinalado mais um para a sua gorda conta de gols. Algo anormal para um zagueiro. Chicão não deve ter traçado isso como objetivo para a temporada, mas obviamente vai continuar se esforçando para marcar mais gols.

Mas o merecedor total das atenções pelo jogo de ontem, foi ele. O Fenômeno não fez dois gols, mas sim, dois golaços. No primeiro dele, que domínio de bola, que classe, que finalização. No segundo, que visão, que calma, que inteligência, que arremate. Por cima do pobre Fábio Costa. Numa decisão, o craque foi decisivo, como tem que ser. Era o que estava em falta na vida de Ronaldo. Certamente ele estava com saudade desse clima, assim como os torcedores brasileiros estavam com saudades de ver um jogador mostrando categoria na hora exata, em gramado brasileiro, numa final, até mesmo, na casa do adversário.

Para a segunda partida o Peixe vai com tudo para buscar virar o placar, e os corintianos vão com tudo na esperança de ver outro show. Podemos apostar em qual time será o campeão, mas já temos certeza quem é o jogador destaque do campeonato.

Primeira final carioca: indecisão!


Os finalistas da Taça Rio voltaram ao Maracanã para promoverem a primeira partida da final, e...

O Bota veio diferente. Estava marcando mais. Sob pressão. A idéia era afundar o Fla no seu campo de defesa. Não deixá-lo sair. Não deixá-lo respirar. A torcida do Bota também veio diferente. Aliás, veio? A torcida do Mengo, fez uma indagação diferente: Cade você? Cade você? O time rubro-negro também esteve diferente em campo. Faltou um pouco de triangulação, de capricho, de movimentação, principalmente no primeiro tempo. Se viu num dificuldade monstruosa em se desvincilhar da defesa botafoguense.

Graças a um pênalti “malandro” de Juan, que se aproveitou da sua baixa estatura para levar uma desvantagem na disputa com Alessandro, o jovem árbitro Rodrigo de Sá assinalou. O próprio Juan bateu e aliviou a equipe, que não conseguia atacar com tanta frequência como foi no jogo passado e como foi no Fla x Flu.

Mas na primeira etapa, ainda tivemos tempo para ver Leo Moura perdendo um gol cara-a-cara com Renan. Para vermos Juninho empatando em cobrança de falta e Reinaldo virando num desvio de cabeça. Acabou sendo um placar justo. O Bota foi superior na primeira etapa.

No segundo tempo, o Fla partiu com tudo pro ataque. É bem verdade que o time atacou nem tão organizado. Deixava espaços para o Bota contra-atacar. E por falar em contra-ataque botafoguense, azar para os alvinegros e sorte para os rubro-negros. Num mesmo lance, Reinado e Maicossuel se contundiram. Tiveram que ser substituído. O camisa 10 do Fogão, antes, tinha tirado o Juan do seu juízo normal, que jã não é dos mais calmos. Após drible desconcertante, o camisa seis do Fla, se agachou e chegou bem perto do ouvido do meia botafoguense e lhe falou palavras nada gentis. Apenas um amarelo, recebeu o ala flamenguista.

E por ser mais efetivo ao ataque, o Fla acabou, com justiça, empatando o jogo. O chute foi de Willians, mas quem acabou dando o ultimo toque antes dela entrar, mais uma vez foi o Emerson. Não estou falando do atacante rubro-negro, mas sim, do zagueiro botafoguense, aquele mesmo que fez o gol contra no jogo passado. Claro, trata-se de uma infeliz coincidência.

Nada definido. Não tem como sabermos o que vai acontecer, quem vai levantar a Taça. Após duas partidas equilibradas entre os dois times, a terceira, será a mais decisiva de todas. Tudo começa, literalmente a partir do 0x0.

Primeira final Mineira: Cruzeiro campeão!



Eu havia apostado no Galo para a conquista do título. Mas depois do jogo de ontem, não há o que dizer, a não ser que o Cruzeiro já é o campeão.

Da mesma forma que é difícil imaginar uma goleada numa final, pela segunda vez contra o maior rival (lembrando que na final do ano passado, o Cruzeiro havia vencido o Galo também por 5x0 no primeiro jogo), também fica mais complicado ainda imaginar um placar de 5x0 ser revertido.

Ficou comprovada a superioridade Celeste. Hoje é um dos melhores times do país. Vem apresentando um futebol sólido. Não esteve bem apenas para ser o campeão mineiro, mas está bem para conseguir vôos mais altos na Libertadores, que é uma competição bem mais complicada.

Adílson Batista alia competência e sorte quando o Atlético é o seu adversário. Leão não conseguiu aliar nada ao nada na final. Errou na escalação e piorou o time ao mexer. Tardelli se sentiu sozinho no ataque, enquanto o Cruzeiro estava coletivo.

Com o campeão 99% definido em Minas, cabe ao Cruzeiro e ao Atlético entrarem em campo no próximo domingo para cada um honrar sua torcida. Os azuis não podem menosprezar o rival. Ficaria feio erguer uma taça após uma derrota. Já o Galo, não pode mostrar pra torcida que está morto. Mesmo que poucos atleticanos compareçam ao estádio, será preciso mostrar-lhes que existem jogadores com brio e com vergonha na cara de entrarem em campo e fazerem o melhor possível.

Mas agora, no momento, os objetivos passam a ser Libertadores e Copa do Brasil respectivamente.

[Fotos: Globoesporte.com]

7 comentários:

Persio Presotto disse...

bom... corinthians e cruzeiro estão praticamente com a mão na taça. só falta o meu fogão agora! abs, pp

Brahma disse...

Pois è..., nas outras cidades ja està tudo sacramentado...a indecisao è somente no Rio...mais uma vez na Cidade Maravilhosa as coisas se fazem sem pressa. EHHEHEH
Abraço

Carlão Azul disse...

Sabe porque WH vc e mais alguns "incautos" fora de Minas talvez tenham apostado no atl mineiro????

A resposta é simples, vcs foram iludidos pela cobertura tendenciosa e parcial da imprensa mineira. Mesmo não lendo jornais de Minas, vc sabe que quem redige as matérias dos grandes jornais do país são suas sucursais em cada cidade e é por aí que é passada a falsa idéia da existência de 2 times fortes em Minas Gerais. Também foi com certeza passada a impressão de que Tardelli realmente É UM GRANDE GOLEADOR, um dos MAIORES ARTILHEIROS DA ATUALIDADE NO BRASIL.

O que só os mineiros sabem é que o atl mineiro não enfrentou nenhum time forte até aqui. Que nas 3 oportunidades em que jogou com o CRUZEIRO perdeu os 3 JOGOS, e que Tardelli um jogador MEDIANO não fez nenhum gol no Cruzeiro (a não ser 1 de pênalti).

O que só os mineiros sabem é que o Cruzeiro jogou o campeonato inteiro com o time MESCLADO e só agora nas finais tá com o time TITULAR EM CAMPO.

Pois é amigo. Quando precisar de informações sobre o Futebol de Minas, tome cuidado com o local onde vai colhe-las, senão vai perder todas as apostas que fizer.

Um forte abraço amigo WH.

E por estas e por outras que...


Conclamamos à todos a aderirem:

BOICOTE JÁ À GALOPRESS……

ACESSEM:

http://www.soumaiscruzeiro.cjb.net/
http://anti-gaylo.blogspot.com

Saudações Celestes

SITE/BLOG Sou Cruzeirense - Site Sou Cruzeirense – Blog CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS Clique AQUI e visite a Seção de Brindes do Sou Cruzeirense VAMOS BOICOTAR A IMPRENSA GALINÁCEA, VAMOS DAR UM BASTA NA PROTEÇÃO AOS EMPLUMADOS! VAMOS EXIGIR RESPEITO AO CRUZEIRO!!!

Leandrus disse...

Faltou torcedor do Botafogo e faltou jogador do Flamengo em campo por um bom tempo: não é possível que Leo Moura e Zé Roberto tenham entrado em campo. Para mim, o Botafogo teve tudo para sair de campo com a vitória, pois até quando Maicosuel não estava mais em campo o alvinegro carioca criou boas chances. Sem o melhor jogador do campeonato no próximo jogo, as coisas vão ficar ainda mais difíceis pro time de Ney Franco.

E que papelão esse do Atlético-MG. Eu poderia até esperar uma derrota para o Cruzeiro, mas não por 5 a 0 de novo. Não aprenderam a lição do ano passado. Talvez só haja um grande time em Minas no momento mesmo...

Ateh!

Maldita Futebol Clube disse...

Concordo contigo WH Cruzeiro campeão, corinthians nem tanto mas quase...mas, pode colocar: Fla campeão...a galera do flapito é tri...triste! penalti a favor do botafogo, juan irreconhecivelment irado que deveria ter sido expulso... penalti duvidos do alessandro( se fosse o contrário ele dariapenalti? duvido!) e outras coincidências quye relatei no blog a favor do fla... de todos o mais certo campeão eéo que está mais em dúivida pelos resultados: o flamengo...rs brincadeirinha wh, flamenguista...calma, cvalma...apareça wh... abs, leandro

Breiller disse...

Acredito que o título já esteja encaminhado tanto em Minas quanto em São Paulo. No Rio, realmente há uma indefinição. Mas, mesmo sendo vascaíno, tenho que admitir que Flamengo é Flamengo em decisão, sem contar os desfalques importantíssimos do Botafogo.

Abraço, Wilson.

Brasil Empreende disse...

Ola visitei seu blog e gostei muito e gostaria de convidar para acessar o meu também e conferir a postagem desta semana: Sim ao futebol-arte!
Sua visita será um grande prazer para nós.
Acesse: www.brasilempreende.blogspot.com
Atenciosamente,
Sebastião Santos.