health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

O Grêmio está sem crise



Com a demissão do técnico Celso Roth após a eliminação do Grêmio da Taça Fabio Koff (2° turno do Campeonato Gaúcho), poderíamos imaginar uma crise instalada no Olímpico. Ledo engano. Pela Libertadores, 3x0 no Aurora e um pé na próxima fase.

Da campanha do time, dois paralelos. Podemos dizer que a análise a se fazer no torneio continental é de razoável para bom. Só um acidente tira o time da segunda fase. Basta um empate na próxima rodada contra o Universidad do Chile, para a equipe carimbar seu passaporte para a etapa de mata-mata do torneio.

Mas no estadual, a coisa foi feia. Já eliminado do campeonato, o Grêmio fica mais um ano sem poder ser campeão dos pampas, e está a sete jogos seguidos sem ganhar do rival Internacional.

Em meio a esses dois lados opostos, a pressão da torcida pela saída de Celso Roth foi determinante para a decisão da diretoria. Resta saber agora quem será seu substituto, já que no jogo contra o Aurora, o time foi dirigido pelo auxiliar técnico Marcelo Rospide. Os nomes mais badalados para assumir o comando técnico do Imortal são os de Paulo Autuori (atualmente no Qatar), Renato Gaúcho e Mauro Galvão.

Desses nomes, pra mim não resta dúvida que a melhor opção é mesmo a de Paulo Autuori. Competente, sério e experiente, ele dispara numa disputa com os outros nomes citados. Mas junto a sua credencial, vem a dificuldade por este estar empregado. Por outro lado, Renato Gaúcho vem sendo cada vez mais clamado pela torcida. Mais uma vez, a voz da massa tricolor pode se fazer ouvida na decisão da diretoria.

Mas seja lá qual for o contratado, o Grêmio segue com tudo no sonho do bi da Libertadores. Segundo Marcelo Rospide, Celso Roth deixou plantado um ótimo trabalho no Grêmio.

[Foto: Globoesporte.com]

6 comentários:

Blu disse...

Nada como uma vitória para espantar qualquer crise. Hoje em dia o futebol só tem sido isso. RESULTADO!

Persio Presotto disse...

O Grêmio vai dar muito trabalho na Libertadores e, quiça, no Brasileirão, que está logo aí. Abs, PP

Evy disse...

Gaymio ganhou... Saiu da crise...
É assim mesmo...

Jefferson freire disse...

O Renato tem identificação com o clube. Mas é um contrato de risco, não por sua competência, mas por sua história no clube. Vai q o cara faz besteira, é eliminado da Libertadores, é chamado de burro pela torcida, etc. Isso mancha um ídolo. Junior já passou por isso no Flamengo, mas a sua impressionante passagem como jogador falou mais alto e continua sendo ídolo inquestionável.

Não se perde um ídolo por isso. Mas em alguns casos considero um desgaste desnecessário. Tipo Zico treinando o Fla, seria melhor, ser presidente do Fla. Treinador é uma profissão meio ingrata e poucas vezes compreendidas. Mas cada um com o seu pensamento.

Abços - MFC hoje.

Warley Morbeck disse...

Bestas eles seriam se ficassem se lamentando pelo Gaúcho quando tem a Libertadores.

Warley Morbeck

Flamengo Eternamente
Eterna Bola

Rafael Sobieski disse...

Vale lembrar que foi um jogo contra o Aurora da Bolivia no Olimpico (o Aurura perdeu todos os seus 4 jogos na Libertadores), o Grêmio não pode se iludir e entrar no oba-oba. Esse resultado foi como o 3x0 de Brasil x Peru, dá uma animada, mas foi contra um saco de pancadas.