health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Irresponsabilidade


O clube paga os salários do seu atleta, que por sua vez tem a obrigação de cumprir alguns deveres como treinamento, concentração e comprometimento nas partidas, sempre visando as vitórias e conquistas. Situação bem simples e fácil de entender.

Mas não é só isso. Existem outros fatores que integram essa relação jogador-time de futebol. Ainda mais se levarmos em conta os sentimentos acalorados dos torcedores e a velocidade e facilidade da circulação das notícias. Esses dois, quando entram em choque, podem gerar crises incalculáveis.

O atacante Kleber não deve ter pensado em nada disso antes de tomar uma atitude altamente irresponsável. Sendo ele jogador de um clube, em momento algum seria correto comparecer na festa da torcida de outra equipe, por mais que seja a dele de coração, infância... Enquanto ele não era profissional, ele podia se comportar como um mero torcedor capaz de fazer certas loucuras pelo seu time. Mas a partir do momento que a sua conta bancária passa a ficar mais gorda com os valores astronômicos do mundo futebolístico, tornando-o uma pessoa pública e alvo vulnerável de atitudes de uma massa que a qualquer momento pode “não responder pelos seus atos”, ele precisa tomar cuidado e pensar bem no que faz ou deixa de fazer.

E nesse conceito apresentado, não se leva em conta a agressão física. Em momento algum isso é justificável. Este post se refere exatamente ao que aconteceu no jogo entre Cruzeiro x Palmeiras nessa quarta.

No início da partida, aplausos dos dois lados. Ficou até bonito a torcida palmeirense retribuindo o carinho demonstrado por Kleber de forma recíproca indo na festa da maior facção desta. Ao que parecia, a própria torcida cruzeirense se colocava disposta a entender tudo isso, mas com uma condição: que o seu atacante denominado como Gladiador, entrasse em campo, fizesse uma baita partida, marcasse gol (de preferência o da vitória) e comemorasse, mostrando que no momento seu time é o Cruzeiro. E esse seria o correto. Mas nada disso aconteceu... O vencedor do confronto, pra piorar mais a situação, foi o time do Palmeiras.

O camisa 30 dos azuis passou em branco, fez péssimo jogo, não marcou e acabou sendo substituído. Com toda a justiça do mundo, foi obrigado a escutar uma vaia tremenda daquela que deveria ser a sua torcida.

O direito de ir e vir não é algo pleno. Isso como tudo na vida, deve ser feito de forma responsável. É lógico que ninguém tem o poder (nem mesmo os dirigentes cruzeirenses) de impedir que jogador A ou jogador B vá a qualquer festa que for. Mas aparecer na festa da torcida de um time, que é exatamente o próximo adversário, num jogo de extrema importância? É muito complicado encontrar outra palavra pra denominar isso que não seja: irresponsabilidade!

[Foto: Uol]

12 comentários:

Maldita Futebol Clube disse...

wh , ele fez de caso pensado forçando a sua saída para o palmeirtas! não tenho dúvidas, mas o que mais me afluge, no momento, é o seguinte: será que querem um brasileirão só para os paulistas( fale isso no debatsports semana que vem por favor!)...contra o ceara o gol do parabná favoreceu a quem? o parabná? ledo engano...masa aponte, portuiguesa, são caetano e guarani que travam ardua lkuta com os nordestinos! ontem, mais de três penaltis claros contra o cruzeiro, sabado são paulo roubou santo andré, santos o botafogo, e na ciopa dop brasil o corinthians favorecido ante o vasco. existem outros jogos e exemplos, estou p...da vida...indignado com essa pouca vergonha...tá os cariocas estão mal, mas ficar bem dessa forma eu tb não quero. Há que se ter dignidade e vergonha na cara, desde a máfia do apitose favorecem aos grandes paulistas no geral. Uma lástima. Querem o que? campeonato paulista na série A? vai ficar sem graça e sem charme..ladrão roubando ladrão1 abs,leandro

Carlão Azul disse...

A menos que haja um interesse por trás dessa "babaquice" do Kléber, eu não consigo entender porque um jogador profissional se mete numa trapalhada dessas. O cara usou de uma tremenda infantilidade, se é que não haja outro interesse nisso, como já disse.

Ontem depois de ter sido vaiado, não pelo episódio com a Mancha Verde no domingo, mas por não TER JOGADO NADA, ele ainda saiu aplaudido pela Mancha e pior (coisa que vc não comentou aqui) acenou para a torcida do Palmeiras, coisa que foi encarada como provocação à torcida Celeste.

Kléber pode tá cavando sua sepultura no Cruzeiro, se continuar jogando mal e irritando a torcida temo até por sua integridade, já que infelizmente algumas pessoas confundem as coisas, o que logicamente não só NÃO APROVO como abomino.

Abraços WH.

Carlão Azul disse...

Bom eu nem cheguei a falar do jogo porque o post era sobre a atitude do Kléber, mas já que o Leandrão mencionou aí acima, QUE ROUBALHEIRA FOI AQUELA LÁ NO MINEIRÃO HÉIN???

O Palmeiras não precisava de ajuda do árbitro pra vencer, é um ótimo time.

Fernando Gonzaga disse...

esta história do Kléber não podia terminar diferente...o Kléber é irresponsável e anti-profissional...pois se tivesse o mínimo de respeito pelo clube que defende, ele não teria feiti isto...sinceramente, o Cruzeiro não precisa dele....

abraço!!

Gremista Fanático disse...

Cara na boa eu não vejo mal nisso que o Kleber fez não, tem coisas piores, mas claro que poderia ter evitado, e tem mais acho que se nós já estivessemos esquecido esse assunto e ele tivesse feito um gol ontem já estaria sem problema algum, mas nem nós esquecemos isso e nem ele fez gol logo o sentimento que fica é esse que o Carlão descreveu ali emcima de que se ele não voltar a jogar bem pode estar chegando ao fim sua passagem no Cruzeiro e ele poderá ir para o seu tão amado Palmeiras, abraço.

Saudações do Gremista Fanático

Thais SIlva disse...

Olá Wilson, tudo bem?

Meu nome é Thais e trabalho na Edelman, agência de comunicação da L'acqua di Fiori (fabricante de perfumes e cosméticos).
Estamos lançando um novo perfume para o público teen e criamos um hotsite com conteúdo muito bacana.
Existe uma página toda dedicada a futebol, onde é possível encontrar a história e curiosidades sobre os 20 times da Série A do Brasileirão.
Dá uma passada lá, acho que você pode gostar: http://www.lacquadifiori.com.br/hotsite/teens/him/time-do-coracao

Abraços!

Leonardo Resende disse...

Fala WH,

É difícil acreditar que o Kleber fez tudo isso na ingenuidade.

Um jogador profissional, que fica declarando aos 4 ventos amor ao Palmeiras sempre que tem oportunidade, que interrompe uma fase final de um tratamento de uma lesao que o tirou dos campos por um bom tempo pra jogar uma pelada com torcedores do PALMEIRAS?

Não sei, algo me diz que o jogador está é morrendo de vontade de voltar pra São Paulo...

Visite também o Rio Futebol, se puder!

Grande abraço,

Leonardo Resende
Rio Futebol
http://riofutebol.blogspot.com
adm.riofutebol@gmail.com

_Vascao_ disse...

Já era um cara de carater duvidoso jogando futebol dentro das quatro linhas com agreções covardes aos seus companheiros de profissão, agora deixou bem claro que também tem um carater duvidoso fora das quatro linhas, se queimou legau, e acho que aqui no Brasil só joga no palmeiras e depois tera que ir pra fora.
Abraço
Jeferson

Mateus Papini disse...

Esse Kléber deveria ser banido do futebol, odeio esse cara, pouco profissional, sem cabeça, um verme!

Tomara que ele dê muitas outras infelicidades para a torcida CELESTE!

Abraço!
GAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAALO!

Equipe Esporte Total disse...

Concordo Wilson pela avaliação feita no post em relação a "balada" do Gladiador Kléber junto a torcida oraganizada do Palmeiras. Eu como cruzeirense é tudo que queria ler no momento pois são as mesmas conclusões que eu tirei, e acrescento um jogador ir a festa de torcida organizada nas vésperas de um jogo importante como esse e essa torcida sendo do time que ele enfrentará, francamente uma falta de profissionalismo do jogador que não está com vontade mais de vestir a camisa celeste como foi dito hoje (24/09). Ah e para apimentar mais a relação torcida cruzeirense x Kléber ontem ao ser sustituído o jogador foi vaiado e acenou para a torcida rival. Lamentável.O que a diretoria teria que fazer agora é manter o jogador no clube até o final do ano e vendê-lo para o primeiro que aparecer na frente.
Abraço.

André Do Blog Esporte Total

cesar afonço disse...

São atitudes como essas que afastam Kléber de voos maiores na carreira, como uma convocação para a seleção.

O pior disso tudo é ele querer sair como vítima, impondo restrições para ficar no clube. Daqui a pouco ele vai fazer gol, levantar a camisa do cruzeiro e por baixo mostrar a do Palmeiras.

O Kléber tem um bom futebol, só precisa de uma cabeça no lugar.

flw abç

Renan disse...

Pô sou cruzeirense, sofri com a derrota. O Kleber errou de a festa, sim pode ser. Mas realmente nós torcedores estamos esquecendo o que ele lutou pelo Cruzeiro, quantas vezes carregou o ataque nas costas. E mais aquel jogo que ele junto com o grupo todo Humilhou as pombinhas depenadas