health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

A redenção do Timão.

Nada como um dia após o outro. O mundo dá voltas. A vida é feita de ciclos. Tudo que começa, um dia acaba. Um dia é da caça, o outro, do caçador. Depois da tempestade, vem a bonança. Ou, como diria Renato Russo: “Tudo passa, tudo passará”.

Todas essas frases são comumente usadas como ditos populares, e por esse motivo, se tornaram clichês e fundamentam a falta de originalidade no diálogo. Mas não há como negar, que a precisão contextual desses provérbios, é quase exata. Peguemos um exemplo vindo do futebol: O Sport Club Corinthians Paulista.

Todos já estão cansados de saber, sobre a profunda crise de raízes administrativas que se envolveu o clube do Parque São Jorge. Em meio a turbulência que se tornou o ambiente, tivemos até a troca na presidência. Daí, nasceu o sentimento da torcida de viver dias melhores. No ano passado, uma página negra na história. O calvário que se transformaria a ida para a segunda divisão. Último jogo do time no Brasileirão 2007, no estádio Olímpico, contra o Grêmio e a confirmação da catástrofe (quase) inevitável. A queda.

No início desse ano, contratações foram feitas na intenção de dar a torcida algo, que se pelo menos não fosse à altura das tradições corintianas, no mínimo honrasse a Fiel. No começo do Paulista, muitos insistiam que o time desse ano não era bom, e tornou-se quase um consenso – inclusive compartilhado por mim – que Mano Menezes teria um trabalho bastante árduo, quiçá, o mais difícil da carreira (não custa lembrar que Mano viveu semelhante situação exatamente com o último time que o Corinthians enfrentou antes da queda). A campanha de fato não foi das melhores. A equipe sequer passou a fase das semifinais.

Já com o inicio da serie B nacional, a equipe (independentemente do nível dos adversários) vem mostrando regularidade e brio nos jogos, e os jogadores explicitam para a torcida que o primordial, não é apenas à volta para a elite, mas também o título da segundona. Curiosamente, aqueles que consentiram a fraqueza da equipe no início do ano, devem estar também compartilhando o favoritismo corintiano dentre o segundo escalão do futebol brasileiro.

E na noite desta quarta-feira, num Morumbi lotado, 60 mil apaixonados puderam comemorar uma classificação difícil e complicada, contra um oponente igualmente aguerrido. O Timão está na finalíssima da Copa do Brasil. A confirmação da redenção. Talvez seja cedo, ainda nem disputou os confrontos finais, mas a festa da torcida, já revigora os sentimentos que em outrora estiveram abalados, porém, em momento algum desacreditado.

Agora, resta a realização de mais um confronto de mata-mata, contra um adversário que também vem recentemente construindo um capítulo importante na historia do clube, com o mesmo técnico, que por ironia do destino, dirigia o clube paulista ano passado. O ano de 2008 marca bastante para esses dois clubes, e marcará ainda mais para aquele que for o campeão, mas o feito até aqui, já dá ao Timão, o respeito, que todos nós precisamos ter com O Todo Poderoso.




Deixe esse post melhor. Faça um comentário.

4 comentários:

André Rocha disse...

Wilson, o Timão seria superfavorito se a segunda partida fosse em SP. Mas como será no "caldeirão" da Ilha, o confronto fica aberto e imprevisível. 50% para cada um MESMO!

Abraço!

Carlão Azul disse...

Vou ser sincero, temo pelos torcedores do Sport.

Enfrentar o Corínthians numa final não é fácil, o Brasiliense que o diga...

Abração W.Hebert

Saudações Celestes
SITE/BLOG.....CRUZEIRO: O MAIOR DE MINAS
Notícias , fatos e fotos do Cruzeiro
Cruzeiro Líder e com melhor ataque e melhor defesa = 100%
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

leo1984 disse...

Bom...acho q quem leva a Copa do Brasil é o Sport, mas o Corinthians tem seus méritos por ter chagado à final

lotto results disse...

Concentrate to the things that could give information to the people.