health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Festa colorada e alvinegra


No dia em que São Sebastião do Rio de Janeiro conquistou 444 anos de existência, uma das equipes mais importantes da cidade, e até mesmo do país, se sagrou pela quinta vez, campeã da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca. E a exemplo do que ocorre na ex-capital nacional, no Rio Grande do Sul – que este ano está tendo uma formula de disputa parecida com o do carioca – tivemos o Internacional conquistando a Taça Fernando de Carvalho, que também representa o primeiro turno da competição.

Ao contrário do que ocorreu na semi-final diante do Fluminense, me sinto na obrigação de iniciar esse post dando os meus repletos parabéns a torcida alvinegra. Foram mais de 70 pessoas presentes no Maracanã (contando com uma pequena parcela que veio de Resende torcer para o time da cidade). A galera botafoguense marcou presença e fez uma bela festa.

E o título se fez justo. Da segunda metade em diante da Guanabara, estando mais próximo daquilo pretendido pelo técnico Ney Franco, a equipe foi a mais regular na competição. E hoje, podemos dizer, possui os nomes ofensivos que estão em maior evidencia no futebol carioca, como é o caso de Victor Simões (que não jogou na fase decisiva), Maicosuel e Reinaldo.

Já o vice-campeão, teve uma campanha um tanto fora do normal. Faltando duas rodadas para o fim da fase classificatória, não havia muita esperança no time se classificando. Graças a eliminação vascaína no tribunal, a vitória sobre o Americano e o empate entre Duque de Caxias e Cabofriense, ambos na última rodada, que o Resende conseguiu passar à semi-final.

E o encontro dessas duas equipes na finalíssima se deu numa partida dentro do esperado. Tivemos um Botafogo partindo para o ataque com cautela (lição que Ney Franco deve ter tirado da derrota do Flamengo para o time interiorano) no primeiro tempo. Muito mais pelo lado esquerdo com Reinaldo e Maicosuel fazendo jogadas pelas pontas. E no meio-campo, o Bota posicionou inteligentemente seus volantes para evitarem os rápidos contra-ataques da equipe do técnico Roy.

Com o primeiro gol sendo marcado aos 34 do primeiro tempo pelo atacante Reinaldo, a presença ofensiva botafoguense passou a ficar mais intensa, e a retranca resendense aumentou de forma natural.

Na segunda etapa, logo aos sete minutos, Lucas Silva, após passo magistral do zagueiro Juninho, ampliou o placar para 2x0. A partir daí, o Resende deu uma desestabilizada. Era notório a superioridade e a formação bem postada do time do Botafogo. Os espaços que Bruno Meneguel teve contra o Flamengo, não existiram na partida deste domingo. Podemos dizer que os três setores do clube da estrela solitária, funcionaram bem na final.

E aos 41, Maicosuel ainda marcou outro gol, selando a vitória por 3x0 e consagrando o titulo botafoguense.

É de costume no Campeonato Carioca, o campeão da Taça Guanabara jogar a Taça Rio de forma mas tranquila. Normalmente o vencedor do segundo turno é outro. Mas com toda sinceridade, não vejo outro time com condições de chegar à final já tendo uma postura de favorito.

Todas as vezes que apostei minhas fichas no Fluminense esse ano, o Tricolor me decepcionou. O Flamengo está tão cheio de problemas internos, que chega dar calafrios em cobrar um título do rubro-negro. Já o Vasco, pode vir mordido pelo ocorrido na Justiça Desportiva. Mas apenas sede de vingança contra um imaginário complô não será o bastante para fazer a equipe chegar longe. E não há nenhum dito pequeno que demonstre forças. Ou seja, o mistério está no ar.

E há de se mencionar que esperamos uma organização e bom senso maior por parte da Federação neste segundo turno. Sem intervenções descabidas do Tribunal.

E o Fogão, que não tem nada a ver com os problemas dos outros, pode comemorar com toda tranquilidade seu título, conquistado com méritos e com justiça.

==============


E no Rio Grande do Sul, uma final que é eternamente esperada pelos gaúchos. Grêmio e Inter duelaram no último jogo do primeiro turno. E a equipe do técnico Tite se sagrou campeã e garantiu sua vaga à final ao derrotar o rival por 2x1.

Com campanhas parelhas, acredito que não haja alguem que discorde que essas equipes foram as melhores do Gauchão e chegaram com justiça à final.

Respeitando a tradição dos Gre-Nais, o jogo foi de um nervosismo extremo. Com uma expulsão (Adílson pelo Grêmio) e várias cartões amarelos, a partida ficou marcada, além de outros fatores, por entradas duras e muito bate boca entre os jogadores.

Mas a tarde colorada não ficou por conta, apenas do título da Taça Fernando de Carvalho (que é o vice-presidente do Inter) mas também, serviu para apimentar mais a rivalidade, pois ampliou a sequência de jogos dos vermelhos sem perder para o tricolor. Já são seis, sendo que as três ultimas partidas foram com vitória da equipe comandada por Tite, que jamais perdeu para o técnico adversário deste domingo, Celso Roth.

Em minha singela opinião, para onde fosse o troféu, levando em considerações as campanhas de ambos os finalistas, seria com justiça. A dupla Gre-Nal foi amplamente superior as outras equipes do torneio. Mas como o Inter jogou melhor na final, criando mais jogadas enquanto o oponente se preocupou mais em povoar o setor de meio-campo, não há como questionar a vitoria do Inter, que já inicia seu centenário comemorando um título. E resta ao Grêmio, ter forças para aliar a disputa da Libertadores, com a luta para garantir uma vaga na final gaucha e voltar a duelar mais uma vez com seu maior rival na busca pela consagração.

[Fotos: Portal Terra e Globoesporte.com]

E O “FUTEBOL, MÚSICE E ETC” ALÉM DE DAR OS PARABENS AOS CAMPEÕES INTER E BOTAFOGO, PARABANIZA TAMBEM A CIDADE DO RIO DE JANEIRO PELOS SEUS 444 ANOS.

PARABENS A TODOS OS CARIOCA!!! NÓS MERECEMOS...

10 comentários:

Blog do PP disse...

Fico feliz pelo Fogão e triste pelo Tricolor! Abraço, PP

Gremista Fanático disse...

Parabens ao Rio e aos cariocas pelos 444 anos da cidade do Rio de Janeiro, parabens ao Botafogo pelo titulo. Acho que não esqueci de ninguem
hahahahahahahahahaha. abraço
Saudações do Gremista Fanático

Fernando Gonzaga disse...

os parabéns deste título, vai para a nova gestão do Botafogo, que assumiu o clube cheio de dificuldades e propôs a reerguer o grupo, méritos pra eles e para os jogadores, especialmente ao Leandro Guerreiro, Maicossuel e Reinaldo...

parabéns ao Inter também...

abraço!!

snoopy em p/b disse...

parabéns ao fogão!
parabéns ao rio!

dá-lhe fogão!

sds. botafoguenses!!!

Mengão Guerreiro disse...

Aí Wilson, da torcida do botafogo devem ter ido apenas uns 30 mil, o restante devia ser Flamenguistas pagando apostas como eu. Cheguei a encontrar um flamenguista lá amigo meu acompanhando outro amigo botafoguense. De repente seja por isso que a torcida ficou em silêncio durante 70% do tempo do jogo. Só cantando nos gols e no final da partida.

Cada dia eu sou mais Flamenguistas, e sei exatamente o meu lugar. Com todo respeito, não conseguiria ser parte de uma torcida tão silenciosa....rsrs

Breiller disse...

Acompanhei só o jogo do Botafogo, Wilson, num bar aqui em BH, onde os botafoguenses se reúnem para assistir aos jogos do Fogão. Sou vascaíno, claro, mas, ontem, até torci para o Botafogo. Conquista merecidíssima, com um time apresentando um futebol de dar gosto. No aniversário do Rio, a certeza que se tem é que o Maraca, um dos muitos cartões postais da cidade maravilhosa, recebeu um jogo à altura... Vida longa à Taça Guanabara!

Breiller disse...

"De repente seja por isso que a torcida ficou em silêncio durante 70% do tempo do jogo. Só cantando nos gols e no final da partida". Acho que alguém assistiu outro jogo...

Sou vascaíno e, apesar da rivalidade, temos de dar o braço a torcer: a torcida do Botafogo ontem deu show!

Maldita Futebol Clube disse...

caro wílson, os parabéns devem ser dados a nova gestão? sim! mas, lembrem que com bebto o botafogo resgatou a dignidade, teve mais lucro do que prejuízo, fez alguns atletas da base como esses que estão no elenco profissional e deixou o meio campo arrumado para a vnova gestão brilhar.
O time é mediano, como todos do RJ e vai penar a nível nacional. E o maracanã estava num look novo: "estilo asilo"(com todo respeito). um time que tem com idolo , jogadores da década de 60! vamos renovar galera!heheheheheeh Abs, leandro

Mengão Guerreiro disse...

Breiller, escrevi aqui o que vi no Maraca, vi ainda um senhor de uns 70 anos de idade olhar para a Fúria e gritar: "vcs vão ficar em silêncio? Não vão torcer não? Vieram pra que?" Isso não é invenção minha, eu vi e morri de rir. Show só mesmo no n° de torcedores, pq em termos de empolgação, deixou a desejar. Talvez seja pelo fato de estar mal acostumado com o espetáculo q é a torcida rubro negra.

Wilson hj é aniversário do Zico, tem homenagem pra ele lá no blog. Confira.

Giorno Fogão disse...

Na moral, a torcida do Botafogo deu show sim! E o time mostrou em campo o merecimento de ter sido o melhor time deste início de carioca. Comissão técnica, diretoria, jogadores, torcida, até mesmo os adversários que sempre dão um gosto a mais aos títulos, estão de parabéns. Parabéns ao Inter pelo título tb, e ao Grêmio pela campanha. Saudações Alvi-Negras.