health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Negociando para pagar


Que os clubes brasileiros enfrentam problemas financeiros, ninguém tem dúvida. Pouquíssimos são aqueles que atravessam toda uma temporada sem passar por um aperto. E conforme vão surgindo os problemas, algo é buscado para solucioná-los. Um dos mais recorrentes do futebol praticado no Brasil, é o problema com a folha salarial dos jogadores.

Algo que parece já ter virado rotina, mas que sempre me causa estranheza, é a negociação de um jogador, com o propósito de acertar o salário do restante do elenco.

Um clube brasileiro que de forma negativa parece já estar habituado em atrasar os salários dos seus jogadores, é o Flamengo. Constantemente vemos nos noticiários esportivos o vice de futebol do clube, Kleber Leite, dando explicações de como o rubro-negro pretende resolver esse tipo de problema. Neste ano de 2009, quando estivermos no meio da temporada, algumas peças de fundamental importância deverão deixar o time para que haja um balanço financeiro nos salários, tornando compatível a relação custo/lucro obtido. No momento, os jogadores estão sem receber seus pagamentos desde fevereiro.

Utilizando-se do mesmo artificio, porém de forma antecipada, temos o Cruzeiro. O clube mineiro já negocia 30% dos direitos federativos do volante Ramires (fato assegurado pelo presidente do clube Zezé Perrella, em entrevista à Rádio Itatiaia), para que não haja atraso nos salário dos jogadores durante a disputa da Taça Libertadores da América.

Quando a imprensa noticia que os atletas de determinado time estão sem receber, surgem algumas especulações que são indigestas para torcedores, profissionais do clube, dirigentes e principalmente jogadores. É posta em dúvida a vontade, determinação, seriedade e sobretudo, vontade de vencer, por parte de um grupo de trabalhadores que estão naquele momento trabalhando de graça. Não resta dúvida, que esse tipo de questionamento pode atrapalhar todo um planejamento que direciona uma temporada inteira.

Seria mais lógico, fazermos outro tipo de indagação. Ao invés de nos perguntarmos se o atleta A ou B entra em campo querendo ou não ganhar o jogo diante do atraso dos salários, devemos querer saber o por quê ou como é possível, uma diretoria construir um plantel que em determinado período dentro do ano, não esteja de acordo com o orçamento do clube.

Se as contas seguem uma linha constante durante todos os meses, fica mais fácil trabalhar sobre as possibilidades de gasto. Porém, se em algum momento pode aparecer uma conta mais cara a ser paga, não é inteligente que se crie uma outra forma de custo que somado a essa conta, ultrapasse as possibilidades financeiras.

Pois bem, por mais que nem todos tenham contato com esse tipo de situação, não é tao difícil compreender que se eu ganho X, não posso gastar X + 5. Entretanto, os dirigentes brasileiros, mesmo sabendo disso, insistem em montar times que por vezes, superam aquilo que o clube pode pagar.

Se um atleta caro é adquirido para agradar a torcida, o cartola deve ter consciência que caso haja um atraso salarial simultâneo a uma queda de rendimento do time, aquilo que veio para agradar, pode servir para deixar o torcedor mais desapontado.

[Foto: Globoesporte.com]

12 comentários:

Mateus Papini disse...

Alguns jogadores fazem corpo mole quando estão com salários atrasados!
Um bom exemplo é o time do Atlético Mineiro um pouco antes de Ziza Valadares sair do clube!

E quando Alexandre Kalil chegou ao clube e deixou os salários em dia o clube melhorou drasticamente!

gremiodecoracao disse...

A situação do Grêmio estava ruim ano passado, e ainda está. A divida pelo que eu sei está em 150 milhões. Não sei se esse valor é correto. Mas não duvido...


Os dirigentes deveriam pensar no futuro do clube, não em querer agradar.



beijão WH! ;D

Persio Presotto disse...

"Se as contas seguem uma linha constante durante todos os meses, fica mais fácil trabalhar sobre as possibilidades de gasto. Porém, se em algum momento pode aparecer uma conta mais cara a ser paga, não é inteligente que se crie uma outra forma de custo que somado a essa conta, ultrapasse as possibilidades financeiras".

Perfeito!!!

Agora... Como enfiar isso na cabeça de um cartola???

Abração, Sr. Wilson!

PP

Fernando Gonzaga disse...

é a política do gastar mais do que para pagar...até quando os clubes serão reféns de venda de jogadores para sobreviverem....

abraço!!

Gremista Fanático disse...

Não tem outro jeito os clubes tem que vender pra saldar os compromissos, porque mesmo que um clube tenha muitos socios e arquibancadas cheias isso não dá auto sustentação. abraço.
Saudações do Gremista Fanático

Blu disse...

Excelente texto, Wilson.
E sobre a imprensa noticiar direto os problemas no Flamengo, é por mera falta de pautas.

Nesse último momento onde só se falava disso, o Fluminense devia o mesmo número de meses que o Flamengo. Porém chegou o Fred e abafou o assunto por lá.

Acredito, como você, que esse seja um problema de MUITOS clubes brasileiros.

Jefferson freire disse...

Inter pretende vender jogadores para não atrasar salários, cruzeiro tb, flu pegou empréstimos, sp foi o clube que mais se endividou no país.

Ou seja, não há no país administração séria e exemplar. Todos estão caminhando para o mesmo buraco. Alguns já estão lá.

Abços

Luizinho disse...

O pior time nisso é o Flamengo. Saiu uma noticia agora que chegou um jogador no clube e quem vai pagar os salários dele vão ser 2 sócios do Flamengo. Daqui a pouco o Flamengo será escalado por empresários igual times pequenos de oportunidade que se ve mais frequente no copa sp de futebol jr.

Maldita Futebol Clube disse...

Pois é Wílson, isso além de falta de planejamento, remete a precária organmização de eventos esportivos no país que fazem com que o clube desportivo não tenha lucro com suas equipes... não é só o futebol...mas nele tudo se exarceba pelo fato de ser o trem pagador...o que irrita é o COB receber verbas para olimpiada e nada destinar aos clubes formadores de atletas por exemplo, é a cbf se valer da matéria prima formada pelos clubes e não pagar sequer salários qd os jogadores estão na seleção... isso é brasil, beleza de post wh, precisa agora só se agendar pra ir lá na rádio valeu? abs, leandro

cesar disse...

Na minha opinião isso se dá por falta de planejamento dos clubes...

Veja o exemplo do Flamengo: com quatro meses d salários atrasados, uma enorme crise no clube e a diretoria contrata o atacante Emerson para ganhar 90 mil.

Agora o jgador que assina com o clube sabendo da situação financeira do clube não pode ficar tod hora na imprensa rclamando de salários.

A situação do Flu é pior pois tem os jgadors da Unimed e os do Clube, os da empresa recebem altos salários e em dia enquanto os do clube sofrem comos atrasos.

Essa crise pela qual passam a maioria dos clubes é causada pela incompetencia de diretorias despreparadas.

vlw abs

Breiller disse...

Concordo com essa visão do "só compre se puder manter" também, Wilson. Difícil é fazer os dirigentes concordarem, né?

Grêmio e Inter também já anunciaram que terão de vender pelo menos um jogador para equilibrar as finanças.

No caso, Douglas Costa e Taison, duas grandes promessas do futebol brasileiros. Mesmo que o jogador tenha a intenção de ficar, como no caso do Douglas, os clubes não fazem o menor esforço pela sua permanência. Pelo contrário...

Abraço.

renatopalmeiras10@hotmail.com disse...

a vida é assim nao da para competir com euros