health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

O Imperador voltou


Neste último domingo, ao acordar, eu respirei fundo e disse: é hoje!

Após dois dias de tempo chuvoso no Rio de Janeiro, tivemos um dia de sol, que parecia mesmo o preparo para algo especial que estava por vir. Peguei minha blusa do Flamengo e sorri. Era um momento que inexplicavelmente estava mais especial do que as últimas decisões de Campeonato Carioca que o rubro-negro participou.

Ao chegar no Maracanã, o clima também estava diferente. As bandeiras do Brasil que foram distribuídas davam um colorido especial à festa. O anuncio das sedes da Copa do Mundo de 2014, por motivo de força maior, passou a ser um mero detalhe. Um ídolo flamenguista, que na teoria é mais ídolo do país que do clube, era o artista principal do espetáculo. Ele era o foco de toda aquela massa presente. Todo o festejo organizado pela CBF acabou sendo engolido, momentos antes da partida, pela ansiedade e expectativa que os mais de 71 mil rubro-negros tinham dentro de si.

Os gritos de “Eu só quero é ser feliz. Andar tranquilamente na favela onde eu nasci...”, “Oh, o imperador voltou” e “Favela. Festa na favela” pareciam contagiar mais e mais os já enlouquecidos torcedores que além de torcer pelo seu time de coração, também estavam torcendo por uma estréia de gala de Adriano, conforme a festa que foi feita para ele. Toda a expectativa foi correspondida.

A primeira surpresa foi ver a forma que ele atuou dentro de campo. Muito participativo, bem a vontade e demonstrando uma garra e determinação monstruosa. Cada lance parecia uma batalha vencida. Até carrinho na defesa, ele deu. Além de fazer jogadas de ataque, também roubou bola. E o melhor de tudo, conseguiu fazer seu gol. O gol da vitória. Um marco para coroar esse dia especial em sua vida. Mais um.

E deixando pra trás todos os prognósticos de gente especializada no assunto, o tempo que ele ficou em campo não foi 45 nem 30 minutos, mas sim, os 90 mais os acréscimos. Somando todos esses fatos e acontecimentos desse 31 de maio, parece que Adriano conseguiu dizer a todos: Eu voltei!

Fazia muito tempo que eu não saía do Maracanã com o sentimento de que realmente valeu a pena ter comparecido ao estádio. Ontem foi um caso a parte. Confesso que não fui até lá com o objetivo principal de ver meu time, mas sim, de ver um ser humano, que está conseguindo dar a volta por cima em problemas particulares. Muito antes, inclusive, do que muitos imaginavam.

Não, ele não estava se afundando nas drogas. Não estava arruinando sua vida de vez. Não estava acabando com sua carreira. Apenas quis um tempo para pôr sua cabeça no lugar. Uma vontade que pode vir de forma natural de qualquer pessoa. E agora, ele parece que voltará a seguir sua rota de sucesso. Com seu povo. Na sua cidade. No seu time. E porque não? Na sua favela.

Ontem pudemos dizer com todas as letras: O imperador voltou!!!



[Fotos de minha autoria]

8 comentários:

Saulo disse...

O Imperador voltou e torço muito por ele.
Mas, o gol que fez foi falta dele sem dúvida nenhuma disso.

Maldita Futebol Clube disse...

estréia muito mais ou menos, mas dentro da nossa realidade achei muito boa! belo texto, abs, leandro

Michel disse...

Foi ótimo ontem, melhor impossível.
Falta? Não foi isso que escutei entre os demais veículos de comunicação e com pessoas que entendem, mais se o botafoguense ta dizendo, melhor respeitar se não começa a abrir o berreiro!! huahuahuahua

Rumo ao Hexa!!

SRN!!

Jefferson freire disse...

Wilson, belo post. Também fui ao Maraca e a emoção foi muito grande. A festa da torcida foi sensacional! Adriano está feliz da vida e a torcida também. Soube hj pelo rádio que as camisas de "Imperador do Rio" se esgotaram ontem. A torcida saiu do estádio não apenas com a felicidade de uma vitória, mas com a felicidade de ter novamente um ídolo e a certeza de dias melhores.

Acho q o Fenômeno deve ter sentido um pouquinho de inveja e arrependimento. Essa festa poderia ser dele também, mas prefeiu se apequenar. Me diga, qual torcida parou uma cidade inteira para receber um jogador? Como foi o caso do Romário. Qual torcida já preparou uma festa igual a torcida fez para o Adriano? Nenhuma.

A favela está em festa!!!!

Fernando Gonzaga disse...

parabéns pelo post....o Adriano pode fazer toda a diferença em grupo, sua referência e posicionamento na área é o medo das defesas adversárias...que ele leve a sério este retorno e retome sua carreira..

abraço!!

Vinicius Grissi disse...

Adriano voltou...voltou a aprontar. Não apareceu no treino de hoje.

Não coloquei ele como um destaque da rodada porque ele foi bem, mas não foi tão decisivo para o Flamengo quanto os outros para seus times. Mas com certeza, ele vai aparecer por lá várias vezes. É um grande jogador.

Guiga disse...

Melô do Imerador

http://www.youtube.com/watch?v=pBJ-BtjySeY

Anônimo disse...

chess mile cjkcj intoxicated navigates translator neither buyoff moulded anticipation olds
semelokertes marchimundui