health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Adversários brasileiros nas oitavas da Libertadores.

Fim da fase de grupos na Libertadores, e agora teremos àquilo que de fato faz muita gente feliz, inclusive este blogueiro que vos escreve. O mata-mata.

Alguns clubes brasileiros atuaram muito bem na primeira fase como a dupla Fla-Flu responsáveis pela segunda e primeira campanha da fase anterior, respectivamente. Por outro lado, na torcida pela representação integral do Brasil na segunda fase do torneio, também tivemos uma pitada de sofrimento, como foi no caso do Santos, que apenas se classificou na última rodada num jogo eletrizante contra o Deportivo Cúcuta da Colômbia, vencido pela equipe do litoral paulista por 2x1 na Vila.

O pensamento agora é em cima desses jogos eliminatórios que acontecem em ida e volta, e faz-se necessário um melhor conhecimento dos nossos adversários na luta pelo caneco continental. Abaixo vem um apanhado sobre os clubes que serão os adversários brasileiros nas oitavas-de-final.

CRUZEIRO X BOCA JUNIORS (ARG)

O Azul Celeste de Minas, tenta pela terceira vez, o triunfo mais almejado do futebol latino-americano, para isso, enfrentará logo de cara o atual campeão do torneio em suma: o temido Boca Juniors do craque Riquelme. O lado positivo para a Raposa, é que a partida de volta, acontece no Mineirão dia 7 de maio. Se bem que jogar no Bombonera em qualquer circunstância, não é uma tarefa tão simples.

A equipe porteña não encontrou facilidade para sua classificação. Apenas na última rodada, quando metade das atenções se voltava para seu jogo e a outra metade se concentrava na partida entre Colo Colo (CHI) X Atlas (MEX), que para os argentinos, teria que terminar empatada enquanto a sua, que acontecia simultaneamente contra o Unión Maracaibo (VEN) no Bombonera, deveria ser vencida por três gols de diferença. Com sorte, competência e a torcida de Maradona, que como de costume esteve presente ao estádio, toda essa combinação aconteceu e com muita vibração, o Boca passou para os oitavas de final, mesmo com alguns jornais sul-americano dando como “quase” impossível tal feito.

Para abrilhanter os jogos para os amantes do futebol, e para reger de confiança a torcida fanática do Boca o principal destaque da equipe, o meia Riquelme, está de volta após ficar parado por conta de uma fadiga muscular. Além do meia, há outros destaques que certamente irão tirar o sono do técnico cruzeirense Adilson Baptista. Os atacantes Palácios e Palermo. O primeiro tem como principal característica as jogada pelas pontas na velocidade e o segundo é o responsável pelo arremate.

O rival da equipe mineira terá jogos difíceis pela frente. Seu próximo adversário é o San Lorenzo, onde as equipes escreverão mais um capítulo de um dos maiores clássicos argentinos. Na semana seguinte, acontecerá o primeiro duelo entre Cruzeiro e Boca, posteriormente, no fim de semana, mais um derby pela frente, dessa vez contra o River Plate para só depois viajar à BH e decidir o futuro na Libertadores contra a Raposa.

Essas equipes já decidiram o torneio, no ano de 1977 com vitória argentina. Foram três partidas. Na primeira, 1x0 para o Boca no Bombonera. Já no Mineirão, vitória brasileira pelo mesmo placar. A partida decisiva aconteceu em Montevidéu e após empate sem gols, a decisão foi para os pênaltis terminando em 5x4 para a equipe de Buenos Aires.

FLUMINENSE X ATLETICO NACIONAL (COL)

A equipe do Fluminense, por ter conquistado a melhor campanha da primeira fase, enfrentará àquele que obteve a pior, o Atlético Nacional da Colômbia. O time colombiano participou do grupo de outro brasileiro, o São Paulo, e teve dificuldades para se classificar. Foram apenas duas vitórias, uma em casa e outra fora, dois empates e duas derrotas. Mesmo perdendo na última rodada para o tricolor do Morumbi na casa do adversário, a classificação ficou concretizada, já que o rival direto pela vaga, o Audax Italiano (CHI), caiu diante do Sportivo Luqueño (PAR) por 4x1.

A equipe colombiana é apenas a 15ª na Copa Mustang com 16 pontos e no próximo dia 27 enfrentará o América de Cali.

Uma forte arma dos “verdelagas”, como é conhecida Altetico Nacional na Colômbia, é o estádio Atanásio Girardot, na cidade de Medellín que além de possuir uma aproximidade entre arquibancada e gramado permitindo uma acústica favorável para que os torcedores empurrem seu time, fica a 1.520m acima do nível do mar.

Talvez a (nem tão acentuada) altitude não seja o principal empecilho da equipe brasileira, quando na verdade a viagem por si só, trará uma carga considerável de desgaste. A ponte aérea terá o seguinte trajeto: Rio - São Paulo – Bogotá – Medellín.

A primeira partida entre as equipes pela oitavas da Libertadores, acontecerá dia 30 de Abril e a de volta, no dia 7 de maio no Maracanã.

SÃO PAULO X NACIONAL (URU)

O São Paulo enfrentará o Nacional do Uruguai que esteve no grupo do Flamengo na primeira fase, se classificando em segundo lugar com 12 pontos. A campanha não foi das piores. Foram 4 vitórias e duas derrotas, sendo que uma dessas vitórias, aconteceu no Estádio Centenário de Montevidéu por 3x0 contra o Flamengo, partida essa em que o rubro negro carioca esteve muito mal, com jogadores perdendo a cabeça como Toró, que chegou a agredir um gandula.

Os principais destaques da equipe uruguaia são os atacantes, Richard Morales e Fornaroli. O primeiro, possui 1,96m sendo o ponto de referência nas jogadas aéreas, além de fazer o papel de pivô. O segundo, abusa da velocidade e é dos pés dele que sai a maioria dos cruzamentos para seu companheiro de ataque.

Este não é um confronto pouco comum entre as duas equipes. Já foram oito jogos realizados com cinco vitórias são-paulinas, um empate e duas vitórias para o Nacional. As últimas duas partidas entre esses times, trás bela recordação para a torcida do São Paulo, pois foi exatamente na final da Libertadores de 1992 quando o tricolor levantava pela primeira vez o caneco. A primeira partida da final aconteceu na capital uruaguaia com vitória por 1x0 para os visitantes. Na volta, outra vitória brasileira. Com um Morumbi completamente lotado, o São Paulo faturou 2x0 o comemorou enfim o título da Libertadores da América.

No torneio Clausura, a equipe ostenta a 5ª colocação com 15 pontos. No último confronto, empate em 1x1 contra o Cerro. O gol do Nacional foi feito por Richard Morales de cabeça.

A equipe uruguaia está em festa. Ontem, se afiliou ao clube o sócio de número 20 mil.

FLAMENGO X AMÉRICA (MEX)

O Flamengo, por sua vez, enfrentará uma equipe que passa por uma crise. O técnico Ruben Omar Romano tem vivido dias de muita tensão com a possibilidade de cair caso seja eliminado pelo Fla, ou caso continue indo mal no torneio Clausura, onde a equipe é a lanterna. Para o rubro negro, o confronto também trás problemas, já que dos adversários possíveis para essa fase (São Paulo, Boca e América), esse era exatamente aquele que a diretoria não queria, devido à longa viajem que terá que fazer até o México na semana intermediária a final do Carioca.

A classificação mexicana foi irregular. Apesar de vencer os três adversários do grupo jogando no México, quando saiu do seu país, a realidade foi totalmente a oposta, com três derrotas. A equipe se classificou em segundo do grupo 5 atrás do River Plate.

O atacante Cabañas e o apoiador Juan Carlos, são jogadores merecedores de atenção da defesa flamenguista.

Em 2006, as duas equipes se enfrentaram em amistoso comemorativo. Na época, o Club América, comemorava 100 anos de fundação e o jogo acabou 2x1 para os mexicanos. A partida aconteceu em Los Angeles.

A primeira partida pelas oitavas neste ano, acontecerá no emblemático Estádio Azteca, dia 30 de abril e a partida final, acontecerá dia 7 de maio no Maracanã.

SANTOS X CÚCUTA (COL)

Por fim, um confronto que não será inédito nesta edição da Taça Libertadores 2008, já que Santos e Cúcuta Deportivo estiveram no mesmo grupo na primeira fase do torneio. A equipe Colombiana se classificou em primeiro com 11 pontos seguida de perto pelo Santos que passou com 10.

Nos confrontos, um empate e uma vitória brasileira. Na Colômbia, o jogo ficou no 0x0 e na Vila, jogo eletrizante, onde só a vitória interessava a equipe de Émerson Leão que saiu atrás, mas providenciou a virada com gols de Kleber Pereira e Tripodí.

Os destaques da equipe colombiana são: o goleiro Leandro Castellano, o armador Macnelly e o atacante Urbano, que já marcou cinco gols na competição.

Na copa Mustang, o rival santista terá no sábado um difícil jogo contra o Boyacá Chico que ocupa a quarta posição com 23 pontos, enquanto os "Motilones" ocupam o 14° lugar com apenas 16 pontos. No último confronto pelo torneio nacional, derrota por 1x0 para o Pasto.







Deixe esse post melhor. Faça um comentário.

6 comentários:

Klaus disse...

Muito legal este espaço para falar do adversários brasileiros na Libertadores. O Cruzeiro, na minha opinião, baterá o Boca. Podendo decidir em casa, o crucial será o jogo em La Bombonera. O Fluminense, passará, mas não será campeão. Sem 'camisa' terá facilidades contra o Nacional, mas brecará no São Paulo. O São Paulo também terá inúmeras dificuldades, mas passará. O Flamengo, entre os brasileiros, é a minha única dúvida. Torço para o Mengão, mas acho que dá América. O Santos entra como favorito contra o Cútcuta e não deve desapontar. Contrariando muitos críticos, que disseram que o time nem se classificaria, o Peixe jogará a 1ª na Vila. Abração, Wilson.

Rui Moura disse...

Bom texto, Wilson. Espero que possa comemorar a... passagem dos cinco!!!

ABRAÇO AMIGO.

André Rocha disse...

Ficou bom esse "preview", hein, Wilson!

Será uma das minhas fontes de consulta na terça que vem. Hehe

Como já disse, acho que Cruzeiro e Santos caem e Flu e SPFC passam. O Fla é uma incógnita, até porque costuma priorizar Estaduais.

Abraço!

Danilo Damasceno disse...

PÕ ta todomundo contra o nosso mengão Wilson, belopost como sempre e creio que o que terá mais problemas para passar será o Cruzeiro que enfrenta o poderoso Boca. Abração

Diogo Ferreira disse...

Vira essa boca pra lá Klaus! uhauhauhauh. Vai dar Mengão! O Cruzeiro irá ganhar, o Fluminense vai passar somente aqui no maracanã creio que será 0x0 dependendo do jogo de amanhã contra o Botafogo o Flamengo irá empolgado ou nervoso ambos os motivos levaram ao Mengão vencer fora.

Gostei do texto!

www.ConfionoMengao.blogspot.com

Saudações,
Diogo Ferreira.

Gardagami disse...

See Please Here