health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Recomendo. "Obrigado Por Fumar".


A volta do quadro “Recomendo”, vem trazer para o leitor do “Futebol, Musica e Etc”, a sugestão do Filme “Obrigado Por Fumar”, dos EUA produzido em 2005. Mas antes de tudo, é preciso deixar bem claro, que, eu pelo menos, não vi essa obra como apologia ao fumo, como foi retratado por alguns críticos, apenas enxergo uma produção muito inteligente de dois pontos de vistas opostos travando uma luta argumentativa na tentativa de convencer a população norte-americana de quem tem razão.

Thanks you for smoking (título original) foi produzido por David O. Sacks e dirigido por Jason Reitman e no elenco, traz nomes como: Aaron Eckhart, (que faz o papel principal do lobista Nick Naylor) Maria Bello, Cameron Bright e Adam Brody, que são pouco conhecidos do grande publico, mas que trabalharam bem nesse filme.

Trata-se de um romance onde um lobista vive um dilema, já que sua função é defender a empresa para qual ele trabalha e em contrapartida conviver com o papel de pai, que tem por obrigação, passar bons exemplos para seu filho. O filme, além de mostrar como age um lobista da indústria do cigarro, funciona também como sátira às atitudes desesperadas do senado norte-americano para prejudicar os negócios bilionários das indústrias de tabaco.

(Nick, lobista da indústria de cigarros)

Há duas posições antagônicas no filme. De um lado temos a indústria do tabaco, na figura do seu presidente, preocupado com a queda na venda do cigarro para uma importante fatia de consumidores. Os jovens. Do outro lado, temos o Estado, com a idéia de pôr a palavra veneno junto com a imagem de uma caveira, nos maços de cigarro. Essa iniciativa do senado tem o apoio de instituições e associações que atuam contra o fumo.


A solução, encontrada por BR (presidente da associação das indústrias de tabaco norte-americano), para a repercussão destrutiva da medida é subornar (indiretamente, por meio de “patrocínios”) os produtores de Hollywood, para que o cigarro volte a ter espaço nas telonas, com atores de peso como Brad Pitt e Catherine Zeta Jones. No filme, é explicitada, a forma que os industriais desse setor, agem com relação a associações da figura de seus produtos, junto a outras coisas, que possuem a idéia de saúde e bem-estar, como a prática de esporte e os entretenimentos em geral.

E como esse post é apenas uma indicação, é melhor eu parar por aqui se não acabo contando toda a historia do filme. Mas um detalhe não pode passar despercebido. Apesar da temática do filme, não há em nenhum momento, cena de alguém fumando. Ou seja, mesmos os atores fumantes, não precisaram fazer tal cena.

De fato, é um filme conflitante, que apesar de ser inserido no gênero comedia, não me fez dar nenhuma gargalhada (eu só dou gargalhada vendo filmes no cinema e esse eu vi em casa), porém é por mim parabenizado por valorizar a argumentação e mostrar que o politicamente correto pode sim se sentar à mesa para debater sobre um assunto por ele sacramentado. Ninguém vira imoral por ouvir uma pessoa que defenda algo contrario mesmo esse algo sendo o fumo. Eu vi o filme, e apesar de não ser fumante e continuar não sendo, o recomendo.

INDICAÇÕES A PRÊMIOS:

Foram 2 indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Filme - Comédia/Musical e Melhor Ator - Comédia/Musical (Aaron Eckhart).

Foi vencedor do Independent Spirit Awards de Melhor Roteiro, além de ser indicado na categoria de Melhor Ator (Aaron Eckhart).



Deixe esse post melhor. Faça um comentário.

3 comentários:

André Rocha disse...

Verei.

Carlão Azul disse...

Sou um anti-tabagista militante, nunca fumei, detesto cigarro e não entendo como as pessoas possam fazer a opção por fumar....

Tudo que for à favor do anti-tabagismo eu apóio.

Apesar do título, vc recomenda o filme que então (como vc é um não-fumante) deve passar uma mensagem positiva de alguma maneira...

Abração Amigo WH

Saudações Celestes
AQUI TEM NOTÍCIAS
AQUI TEM DISCUSSÃO: Escolha o seu time do Cruzeiro para 2008
ENTREM E SINTAM-SE A VONTADE

Vinicius Grissi disse...

De fato, o filme é muito inteligente, e não acho que seja apologia ao fumo também.

Ficou bacana a "cara nova" do blog. Parabéns!