health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Blogosfera na África: Alemanha


A Alemanha é a recordista européia de participações em Copas do Mundo ao lado da Itália. São 16 presenças pra cada lado. Dentre essa história rica de Mundiais, é a terceira que mais tem títulos. São três, além de quatro vice-campeonatos. Sem dúvida nenhuma, uma seleção de ponta, tradicional e de chegada.

País conhecido pelos chucrutes, pela salsicha frita servida como aperitivo e por um povo que gosta de uma boa cerveja, os alemães terão dois motivos para no ano de 2010 voltarem suas atenções para o futebol. O Bayern de Munique, um dos times mais tradicionais do país, chegou à final da UCL que será disputada no próximo dia 22 de maio no Santiago Bernabeu, em Madrid, contra a Inter de Milão. E, além disso, um fato mais forte que mais uma vez vai parar o país: é ano de Copa do Mundo. E vamos ver aqui, como a Alemanha chega para essa disputa.

Pelas Eliminatórias da Europa, os alemães caíram no grupo quatro e disputaram a vaga com Azerbaijão, Finlândia, Liechtenstein, País de Gales e Rússia. Jogando contra os cinco rivais em ida e volta, obteve uma campanha invicta com oito vitórias e dois empates. Foram 26 gols a favor e apenas cinco contras. Destaque para o mau trato que aplicaram pra cima de Liechtenstein com duas goleadas: 6x0 fora de casa e 4x0 em casa.

Líder absoluta da chave com 26 pontos contra 22 da Rússia, (segunda colocada e que foi pra repescagem), após ter concluído os dez jogos desta fase, a Alemanha já tinha garantida sua vaga para a Copa da África.

Nas Eliminatórias para a Eurocopa 2008, a Alemanha formou o grupo D ao lado da Republica Tcheca (que ficou em primeiro na chave), da Irlanda, da Eslováquia, do País de Gales, do Chipre e de San Marino. Com os dois primeiros de cada grupo se classificando, os alemães garantiram sua vaga ao ficarem em segundo somando 27 pontos em 12 jogos, com oito vitórias, três empates e uma derrota.

A sua vítima preferida na competição foi a pobre e coitada seleção de San Marino. No dia 2 de junho de 2007, uma goleada por 6x0 em casa. Um resultado que já não é corriqueiro no futebol. Mas lá no início do torneio de qualificação, mais precisamente no dia 6 de setembro de 2006, os alemães não tiveram dó nem piedade e humilharam San Marino pelo placar de 13x0, e isso, em plena casa do adversário.

Já na Eurocopa, a Alemanha ficou no grupo B, que também contou com Áustria, Croácia e Polônia. Em três jogos, perdeu apenas para Croácia e venceu os outros dois. Terminou em segundo da chave com seis pontos e passou para o mata-mata do continental.

Nas quartas-de-final fez um jogo sensacional contra Portugal e conseguiu a suada classificação num 3x2 de tirar o fôlego. Nas semifinais, outro jogo dramático para um dos povos mais frios do planeta. Novamente uma vitória suada por 3x2, dessa vez contra a Turquia.

E na final, enfim, a Alemanha foi parada pela seleção que pra muitos é a mais forte no momento. Com gol de Fernando Torres, a Espanha se sagrou campeã da Eurocopa 2008, deixando o vice para os alemães.

Veja abaixo datas e horários dos jogos alemães na primeira fase da Copa:

13/06, às 15h30 – Alemanha x Austrália [Durban]
18/06, às 08h30 – Alemanha x Sérvia [Port Elizabeth]
23/06, às 15h30 – Gana x Alemanha [Johanesburgo]


O time base alemão joga no 4-1-2-3 e sua escalação ao início do Mundial deve ser: Adler; Beck, Mertesacker, Westermann e Lahm; Hitzlsperger; Ballack e Schweinsteiger; Ozil, Klose e Gomez. Tec.: Joachim Low.

Trata-se de um time que deve sempre ser respeitado e temido. Toda a sua história ao longo dos mundiais já credita a Alemanha a ser apontada como favorita independente de qualquer coisa. Nesse ano não é diferente. Em matéria de aposta, pode chegar até mesmo na final.

Abaixo jogadores alemães posando com uniforme para essa Copa:


Pressão para convocação de Kevin Kuranyi

Não é só no Brasil que populares e celebridades colocam a boca no trombone para pedir jogador A ou B. Na Alemanha também acontece o mesmo processo. Recentemente, perguntado sobre quem seria favorito ao título de campeão mundial, o ídolo alemão Gerd Müller foi enfático ao responder: “Brasil”. E ele explicou o motivo da escolha:

“Enquanto o Löw teimar, nós não teremos o melhor time nacional (alemão). Kuranyi é o homem que está fazendo gols agora e nós não temos um bom time”.
Toda essa reclamação do artilheiro campeão mundial de 1974, vem em virtude da insistência do treinador alemão com Klose e Podolski que realmente não atravessam um bom momento.

Do outro lado da polêmica, Joachim Low (diferentemente do técnico Dunga) parece receber os pedidos do ídolo e da população alemã numa boa e já diz considerar a volta de Kuranyi a seleção da Alemanha.

Clique aqui e veja como foram as participações alemãs nas Copas passadas pelo blog Fut F-1

Veja abaixo um trailer produzido para a Seleção Alemã que se prepara para o Mundial 2010: