health

[cinema][bleft]

Technology

business posts

Blogosfera na África: Argentina (ou seria Messi?)


Lionel Messi.

Na hora de apontarem os favoritos à Copa do Mundo 2010, as atenções se dividem entre Brasil e Espanha. Mas um fato pode ser afirmado com toda a convicção: nenhuma seleção possui um astro com tamanho potencial para ser o maior do Mundial como a Argentina. Até mesmo o maior do mundo ao final de mais uma temporada e, quiçá, o maior de todos os tempos. Por que não? Pelé e Maradona são intocáveis? Por quê?

Enquanto essas perguntas não são definitivamente respondidas e o mundo inteiro fica na expectativa de ver como o grande astro argentino se sairá na disputa da sua segunda Copa do Mundo, vamos saber como foi a campanha dos hermanos para a Copa 2010.

Nas Eliminatórias da América do Sul, como já relatado no texto do Uruguai, a Argentina chegou à última rodada precisando vencer seu vizinho platino para se classificar. O jogo aconteceu no estádio Centenário de Montevidéu. Uma chuva incrível, gramado encharcado e um gol salvador de Bolatti que fez até o contesdadíssimo técnico Maradona dar um mergulho estupendo na poça que existia localizada próxima ao banco dos argentinos.

Com a vitória por 1x0 frente ao Uruguai, a seleção albiceleste terminou as eliminatórias em quarto, com 28 pontos e assegurando, assim, a última vaga direta para a África do Sul. Mas vale lembrar que essa campanha terminada de forma positiva teve um episódio que manchou profundamente. No jogo contra a Bolívia, jogando fora de casa, os argentinos voltaram trazendo um 6x1 na bagagem que... Enfim.

Na Copa América 2007, disputada na Venezuela, a Argentina integrou o grupo C, que também contava com Paraguai, Colômbia e Estados Unidos. Ao término da primeira fase, os argentinos se classificaram para o mata-mata como primeiro da chave, somando nove pontos, com três vitórias em três jogos. Destaques para as goleadas de 4 a 1 sobre os EUA e 4 a 2 sobre os colombianos.

Nas quartas de final, mais goleada. A Argentina bateu o Peru por 4x0. Nas semifinais, foi a vez do México sentir o poderio futebolístico do país do tango: 3x0. Mas na final, a grande decepção para toda a nação. Enfrentando um dos rivais mais tradicionais, o Brasil, os argentinos foram derrotados pelo mesmo placar que haviam vencido os mexicanos no jogo anterior.

Nas Olimpíadas de Pequim, que aconteceram no ano de 2008, enfim, uma conquista importante. Medalha de ouro. O grupo da Argentina foi o A e contou com Costa do Marfim, Austrália e Sérvia. A exemplo da Copa América, os argentinos se classificaram em primeiro vencendo os três jogos.

Nas quartas de final, 2x1 contra a Holanda. Nas semifinais, o Brasil pela frente. Sim, aquele que havia vencido por 3x0 um ano antes, na final da Copa América. Mas dessa vez, a revanche foi feita, inclusive, com vitória argentina sob o mesmo placar. Na final, um jogo suado contra a Nigéria e uma vitória magra por 1x0 deu o ouro a turma de Messi e Cia.

Seus jogos na primeira fase da Copa do Mundo serão:

12/06, às 11h00 – Argentina x Nigéria [Johanesburgo]
17/06, às 08h30 – Argentina x Coréia do Sul [Johanesburgo]
22/06, às 15h30 – Grécia x Argentina [Polokwane]


O time base da Argentina joga no 4-4-2 e sua provável escalação inicial na Copa é: Romero; Zanetti, Demichelis, Schiavi e Heinze; Gutierrez, Mascherano, Verón e Dí Maria; Messi e Aguero. Tec.: Maradona.

Clique aqui e veja o histórico argentino nas Copas pelo blog Fut F-1.

Abaixo, uma foto que dispensa legenda:


Vamos ao que interessa

Se antes os argentinos mantinham um discurso um tanto quanto preocupado, até por não concordarem com Maradona e suas invencionices no comando técnico da seleção, no momento, ou a cada dia que passa, o sorriso vai ficando mais largo. O principal jogador do Barcelona, da Albiceleste e do mundo, vai aumentando o entusiasmo de seus compatriotas.

Na tarde desta terça-feira (06/04), no confronto entre Barça x Arsenal válido pelas quartas de final da Champions League, Messi marcou os quatro gols de sua equipe na vitória por 4x1 e teve, mais uma vez, uma atuação de gala. Encantou a todos que acompanharam a partida.

“Tenho que seguir trabalhando. Espero que eu possa seguir assim. A torcida aqui sempre me tratou bem. Estou muito contente, muito alegre. Aqui em casa, tínhamos que fazer o que fizemos. Começamos mal, mas terminamos de uma maneira espetacular. Agora a Champions fica de lado, pois temos uma importante partida pela Liga”. Afirmou “La Pulga” após o jogo.

A pergunta que os argentinos fazem é: Será que vai sobrar algum gol pra ser feito na África?

Abaixo um vídeo da semifinal entre Argentina x Brasil pelas Olimpíadas de Pequim 2008:

2 comentários:

Felipe Delfim disse...

Fala WH!

Messi é um monstro! Hoje é 'O cara!'. Há alguns dias atrás, fiz um post declarando Rooney o cara com mais potencial para ser o melhor do mundo, eis que Messi volta a dar as caras logo depois disso... e hoje mudo totalmente de opinião. É rumo ao bi!

Tem sim, as melhores condições pra ser o grande nome da Copa. Tudo bem que não vai ter um Xavi, um Iniesta, um Ibra, um Pedro pra jogar junto dele na África do Sul. Mas talento ele tem. De sobra. Se ele ganhar a Copa do Mundo, já pode aposentar. Já vai ter feito a vida.

Fiz um post sobre a atuação maravilhosa de Messi e Barça, lá no De Prima. Qdo vc puder, chega lá! Abração!

Leonardo Kope disse...

eu add o seu blog na minha lista de favoritos,aDD o meu na sua kista , blz?
http://futebolcomnoticias.blogspot.com/

o meu blog antes era sobre o futebol carioca.

fuiii